DIRCEU DETROZ

 -  - DIRCEU DETROZ
Total Visualizações: 75351
Texto mais lido:
BAILARINA - Total: 378
Educares são nossos pontos, nossa pontuação! Educares: 1430
10 Autores mais recentes...
ALEXANDRE DORNELES DE BRITO PINNA
SALETI HARTMANN
ELIZABETH PEREIRA DA SILVA
ELLENDRA VALENTINE
ONIVAN BARBOSA PANTOJA
THALLES CAKAN
ADALTO FREITAS
PERGENTINO JUNIOR
MARIA DO SOCORRO DOMINGOS
PAOLA CAMILA DOS SANTOS ESQUIVEL
10 Autores mais lidos...
613 SEDNAN MOURA
SEDNAN MOURA
Total: 1177890
285 ALEXANDRE BRUSSOLO
ALEXANDRE BRUSSOLO
Total: 222785
272 PEDRO VONO
PEDRO VONO
Total: 109863
1121 THALYA SANTOS
THALYA SANTOS
Total: 79127
190 DIRCEU DETROZ
DIRCEU DETROZ
Total: 75351
622 EVANDRO JORGE DO ESPIRITO SANTO
EVANDRO JORGE DO ESPIRITO SANTO
Total: 42383
218 ZILDO GALLO
ZILDO GALLO
Total: 27724
496 ALBERTO DOS ANJOS COSTA
ALBERTO DOS ANJOS COSTA
Total: 27330
189 LADISLAU FLORIANO
LADISLAU FLORIANO
Total: 25200
385 ANDRADE JORGE
ANDRADE JORGE
Total: 22896
Sala de Leitura
Busca Geral:
Nome/login (Autor)
Título
Texto TituloTexto



Total de visualização: 128
Textos & Poesias
Imprimir

Total Votos: 0
DICA: Utilize o botão COMPARTILHAR (do facebook em azul) ou o LINK CURTO que disponibilizamos logo abaixo desse botão para compartilhar seu TALENTO nas Redes Sociais, compartilhando com mais fãs e leitores de toda parte do Mundo Virtual. Esse recurso foi desenvolvido para ajudar na divulgação de seus textos. USE SEMPRE QUE DESEJAR!
  Anote esse link curto de seu texto e divulgue nas redes sociais.

DENTES NA JUGULAR


*** Faça o seu Login e envie esse texto por email ***

Estamos perdendo
a nossa essência
de criação divina
pontilhadas de interrogações.

Estamos reencontrando
o nosso instinto,
buscando a nossa pureza
nos bacanais animalescos.

Estamos espalhando
nossos genes de predadores,
no grande zoológico planetário
de onde não podemos escapar.

Estamos transformando
nossas unhas
em garras afiadas.

Estamos trocando
nossos sussurros de amor
por urros amedrontados de dor.

Estamos falidos
como Seres Humanos,
numa noite escura
sem amanhecer.

Estamos expostos,
somos caçados
sem tempo,
sem esconderijo,
sem lugar.

Estamos tatuados
nas matanças desejadas,
no sangue das mãos,
nos dentes na jugular.

 
   
Comente o texto do autor. Para isso, faça seu login. Mais textos de DIRCEU DETROZ:
A "IA" NÃO SERÁ UM MENINO BONITO Autor(a):
A ALMA A SINGULARIDADE E O FUTURO Autor(a):
A CHEGADA Autor(a):
A EQUAÇÃO DA ALMA Autor(a):
À ESPREITA Autor(a):
A INDUSTRIA GENÉTICA NÃO É FICÇÃO Autor(a):
A INFÂNCIA DOS LIVROS Autor(a):
A LIZZ DO DIR Autor(a):
A MENINA NA JANELA Autor(a):
A NOITE DE ONTEM Autor(a):
A NOSSA IDADE DAS TREVAS Autor(a):
A NOSSA LÍNGUA PORTUGUESA Autor(a):
A OBRA-PRIMA DO PERDÃO Autor(a):
A REALIDADE E A FICÇÃO Autor(a):
A SENHA Autor(a):
A SENHA Autor(a):
A UTOPIA CÓSMICA Autor(a):
A VAGINA DO PICASSO (Um conto nada intelectual) Autor(a):
A VARIÁVEL ESQUECIDA Autor(a):
A VARIÁVEL HUMANA Autor(a):
A VEZ DAS CIGARRAS Autor(a):
A VEZ DAS CIGARRAS Autor(a):
A VIDA PREGA PEÇAS Autor(a):
A VISITA Autor(a):
A VISITA DO APOPHIS Autor(a):
AÇÃO Autor(a):
AFOGAMENTO Autor(a):
AFOGAMENTO Autor(a):
AGARRAR Autor(a):
AINDA É ELA Autor(a):