DIRCEU DETROZ

 -  - DIRCEU DETROZ
Total Visualizações: 80911
Texto mais lido:
BAILARINA - Total: 392
Educares são nossos pontos, nossa pontuação! Educares: 1445
10 Autores mais recentes...
MÁRCIO EVANGELISTA DOS SANTOS
VIVIANE MAUBRIGADES
REGINA SOUZA VIEIRA
HILTON MARCOS DE OLIVEIRA
WAGNER PAULON
GISELE NEGRO DE LIMA
ALEXANDRE DORNELES DE BRITO PINNA
SALETI HARTMANN
ELIZABETH PEREIRA DA SILVA
ELLENDRA VALENTINE
10 Autores mais lidos...
613 SEDNAN MOURA
SEDNAN MOURA
Total: 1214371
285 ALEXANDRE BRUSSOLO
ALEXANDRE BRUSSOLO
Total: 227511
272 PEDRO VONO
PEDRO VONO
Total: 110066
1121 THALYA SANTOS
THALYA SANTOS
Total: 81120
190 DIRCEU DETROZ
DIRCEU DETROZ
Total: 80911
622 EVANDRO JORGE DO ESPIRITO SANTO
EVANDRO JORGE DO ESPIRITO SANTO
Total: 43569
218 ZILDO GALLO
ZILDO GALLO
Total: 28513
496 ALBERTO DOS ANJOS COSTA
ALBERTO DOS ANJOS COSTA
Total: 27895
189 LADISLAU FLORIANO
LADISLAU FLORIANO
Total: 25766
385 ANDRADE JORGE
ANDRADE JORGE
Total: 23218
Sala de Leitura
Busca Geral:
Nome/login (Autor)
Título
Texto TituloTexto



Total de visualização: 265
Textos & Poesias
Imprimir

Total Votos: 0
DICA: Utilize o botão COMPARTILHAR (do facebook em azul) ou o LINK CURTO que disponibilizamos logo abaixo desse botão para compartilhar seu TALENTO nas Redes Sociais, compartilhando com mais fãs e leitores de toda parte do Mundo Virtual. Esse recurso foi desenvolvido para ajudar na divulgação de seus textos. USE SEMPRE QUE DESEJAR!
  Anote esse link curto de seu texto e divulgue nas redes sociais.

A CHEGADA


*** Faça o seu Login e envie esse texto por email ***

Quando Amy Adams, agora a linguista Dra. Louise Banks, que também já foi Anna Brady viajando a Irlanda para pedir o namorado em casamento, (Casa Comigo) chega para dar sua aula de português clássico, percebe que alguma coisa aconteceu. Os alunos com os olhos grudados nas telas dos notebooks nem respondem seu comprimento.

Assim começa o filme “A chegada”. Pontuado de interrogações do começo ao fim. Naves alienígenas aparecem em várias cidades do planeta. Logo a linguista Louise Banks é procurada pelos militares. Ela tentará contato com os visitantes desvendando os significados da sua escrita.

O filme é baseado no conto “História da sua Vida” de Ted Chiang, que junto com outros contos está no livro com o mesmo nome. O conto tem tantas interrogações quanto o filme. A diferença é que a leitura desvenda muitas delas. Coisa que o filme não faz, ou não consegue fazer. Deixando em dúvida que uma imagem vale por mil palavras.

Numa ficção sobre a linguagem sobra até para a tradução. No filme dublado, Louise batiza os ETs de “Abbott e Costello”. Na tradução do conto eles aparecem como “Melindrosa e Framboesa”. Nem o conto, nem o filme dizem se eles se apresentaram como “Heptápodes”, ou também foram batizados assim.

Claro que, além da escrita existem cientistas interessados na física dos “Heptápodes”. No conto, para aqueles que nunca saíram do jardim de infância da física como é o meu caso, o princípio de Fermat, de que a luz precisa percorrer um caminho sempre no menor tempo possível, é uma aula espetacular. Nem tanto no filme.

Como sempre, para a depreciação do Ser Humano como raça, os militares não estão interessados nem na linguagem nem na física. Só na tecnologia. Para isso recorrem aos mesmos artifícios usados pelos navegantes que chegaram ao Continente Americano. Querendo trocar “espelhos por ouro”. Trocas de presentes. Uau! Precisa dizer mais?

Presente mesmo quem ganhou foi a Dra. Louise ao decifrar a escrita dos “Heptápodes”. Quando os humanos inventarem sua escrita ficaram presos ao livre-arbítrio. Os Heptápodes escreviam para tornar o futuro em presente. Eles sabiam tudo o que aconteceria. Ficção! Palavra que os “Heptápodes” jamais poderiam escrever.

Aquelas visões que acompanham a Dra. Louise durante o filme, ficam claras no conto. Ela escreve sabendo o que acontecerá no futuro. E teriam os “Heptápodes” partido de repente, sem adeus, aterrorizados com a descoberta do livre-arbítrio na nossa escrita?

Se eu fosse um Heptápode não teria fuga. Terminaria essa página escrevendo que não entendi nada do filme nem do conto. Como humano com livre-arbítrio posso fingir que entendi. Mesmo com a possibilidade de estar completamente enganado.

 
   
Comente o texto do autor. Para isso, faça seu login. Mais textos de DIRCEU DETROZ:
A "IA" NÃO SERÁ UM MENINO BONITO Autor(a):
A ALMA A SINGULARIDADE E O FUTURO Autor(a):
A CHEGADA Autor(a):
A EQUAÇÃO DA ALMA Autor(a):
À ESPREITA Autor(a):
A INDUSTRIA GENÉTICA NÃO É FICÇÃO Autor(a):
A INFÂNCIA DOS LIVROS Autor(a):
A LIZZ DO DIR Autor(a):
A MENINA NA JANELA Autor(a):
A NOITE DE ONTEM Autor(a):
A NOSSA IDADE DAS TREVAS Autor(a):
A NOSSA LÍNGUA PORTUGUESA Autor(a):
A OBRA-PRIMA DO PERDÃO Autor(a):
A REALIDADE E A FICÇÃO Autor(a):
A SENHA Autor(a):
A SENHA Autor(a):
A UTOPIA CÓSMICA Autor(a):
A VAGINA DO PICASSO (Um conto nada intelectual) Autor(a):
A VARIÁVEL ESQUECIDA Autor(a):
A VARIÁVEL HUMANA Autor(a):
A VEZ DAS CIGARRAS Autor(a):
A VEZ DAS CIGARRAS Autor(a):
A VIDA PREGA PEÇAS Autor(a):
A VISITA Autor(a):
A VISITA DO APOPHIS Autor(a):
AÇÃO Autor(a):
AFOGAMENTO Autor(a):
AFOGAMENTO Autor(a):
AGARRAR Autor(a):
AINDA É ELA Autor(a):