TÂNIA DU BOIS

212 -
Total Visualizações: 16802
Texto mais lido:
A ARTE DE FAZER EXISTIR O FIM - Total: 398
Educares são nossos pontos, nossa pontuação! Educares: 298
10 Autores mais recentes...
SUELEN LUIZ DE OLIVEIRA
EDENICE SANTOS DA SILVA
LUIZ CARLOS DE OLIVEIRA
DIONILDO DANTAS
VALMIR APARECIDO SAMBO
WALLACE MARINS
DEIVID
IVONE DETTMANN GONCALVES
HERBERTEEN SANTOS
DALILA DO NASCIMENTO DOS SANTOS
10 Autores mais lidos...
613 SEDNAN MOURA
SEDNAN MOURA
Total: 3565856
285 ALEXANDRE BRUSSOLO
ALEXANDRE BRUSSOLO
Total: 444977
190 DIRCEU DETROZ
DIRCEU DETROZ
Total: 425482
657 ELIO MOREIRA
ELIO MOREIRA
Total: 412608
622 EVANDRO JORGE DO ESPIRITO SANTO
EVANDRO JORGE DO ESPIRITO SANTO
Total: 221509
1121 THALYA SANTOS
THALYA SANTOS
Total: 140604
272 PEDRO VONO
PEDRO VONO
Total: 127643
218 ZILDO GALLO
ZILDO GALLO
Total: 65485
496 ALBERTO DOS ANJOS COSTA
ALBERTO DOS ANJOS COSTA
Total: 56656
189 LADISLAU FLORIANO
LADISLAU FLORIANO
Total: 55772
Sala de Leitura
Busca Geral:
Nome/login (Autor)
Título
Texto TituloTexto



Total de visualização: 145
Textos & Poesias
Imprimir

Total Votos: 0
DICA: Utilize o botão COMPARTILHAR (do facebook em azul) ou o LINK CURTO que disponibilizamos logo abaixo desse botão para compartilhar seu TALENTO nas Redes Sociais, compartilhando com mais fãs e leitores de toda parte do Mundo Virtual. Esse recurso foi desenvolvido para ajudar na divulgação de seus textos. USE SEMPRE QUE DESEJAR!
  Anote esse link curto de seu texto e divulgue nas redes sociais.

O TEMPO E O CONTADOR DE HISTÓRIAS


*** Faça o seu Login e envie esse texto por email ***

O tempo confunde o contador de histórias ou o contador de histórias se confunde com o tempo? Noto que as histórias quando recontadas mudam de época e de rumo. Fica confuso o que ele está tentando contar. O ouvinte diferencia uma da outra, mas, o contador de histórias mistura os fatos com a ficção e vice-versa. Encontro em Agostinho Both o conto, O Tempo é Consequente, que cita, “... Carrego a ternura densa em mim. Que cada um tenha pra seus cuidados e para os seus o tempo necessário...”
O contador de histórias que fica a mercê da memória é compreendido; mas o que fica a mercê da lembrança, se repete como se fosse em outro tempo. Não percebe a exatidão dos acontecimentos e, se distancia em seus pensamentos. Para Getúlio Zauza, “O tempo é um raio / e se escoa num momento...”
O contador de histórias diz do que lembra e, por vezes, lembra só o que quer ou o que gostaria que tivesse acontecido; pois, o tempo quando no passado lhe prega peças ao misturar as “estações”, o que o leva a transmitir em primeiro lugar as emoções e depois as reflexões sobre a história. Na verdade, por instantes, seu pensamento deveria se encontrar ou se situar no tempo, como Clarice Lispector retrata, “Eu te invento, ó realidade”.
Há momentos em que o contador se depara com a “cruel verdade”, ao provar da própria vida e do quanto de espaço ocupa no viver, como demonstra Pedro Du Bois, “Na verdade nos preocupamos com o tempo: / e o nosso / tempo permanece / intocado na / infinitude do espaço, onde os / escolhidos / se lançam / em eternidades”.
É isso mesmo, o contador pensa que conduz o tempo com as histórias e se recorda da vida com a certeza que lhe é permitida, para conviver ou sobreviver com as diversas exceções que se refletem no pensamento, como diz Cândido F. Ferreira, “As mentes marcadas pela surpresa / De vidas desamarradas”.

 
 

Esse texto já foi lido hoje por esse computador e usuário. A contagem da poesia não foi adicionada!
 
Comente o texto do autor. Para isso, faça seu login. Mais textos de TÂNIA DU BOIS:
100 ANOS?!?! Autor(a):
A arte da Escolha Autor(a):
A arte da SIMPLIFICAÇÃO e a beleza da SIMPLICIDADE Autor(a):
A ARTE DE FAZER EXISTIR O FIM Autor(a):
A ARTE DE FAZER EXISTIR O FIM Autor(a):
A BUSCA da BELEZA Autor(a):
A CARTA Autor(a):
A casa Autor(a):
A CIDADE Autor(a):
A COR do INVISÍVEL ( II ) Autor(a):
A COR do INVISÍVEL (I) Autor(a):
A IMAGINAÇÃO É SUFICIENTE PARA DESCREVER O MUNDO? Autor(a):
A INTENÇÃO E O FEITO Autor(a):
A LINGUAGEM da DIFERENÇA Autor(a):
A LINGUAGEM da DIFERENÇA Autor(a):
AFETIVIDADE e EFETIVIDADE: torna real a relação? Autor(a):
AGONIA Autor(a):
AMORES versus HORAS Autor(a):
ARROGÂNCIA ou IGNORÂNCIA Autor(a):
ARTE: Discussão Literária Autor(a):
ARTE: VOCAÇÃO E PAIXÃO Autor(a):
AS APARÊNCIAS ENGANAM Autor(a):
AS MÃOS Autor(a):
ATRÁS DA NOITE Autor(a):
AUTÓGRAFOS Autor(a):
AVESSO A MÁS NOTÍCIAS Autor(a):
BANDIDA MALDADE Autor(a):
BOM COMPORTAMENTO Autor(a):
CARLOS PESSOA ROSA, em palavras Autor(a):
CASSINO DA MAROCA Autor(a):