TÂNIA DU BOIS

212 -
Total Visualizações: 35942
Texto mais lido:
A ARTE DE FAZER EXISTIR O FIM - Total: 556
Educares são nossos pontos, nossa pontuação! Educares: 389
10 Autores mais recentes...
BARBARA RIBEIRO GOMES VIEIRA
ANA PAULA GIUSEPETI
FRANCISCO JARBAS DA SILVA
GERSON MOURA
ALYSSON PEREIRA
SHIRLEY TELES
VERA LUCIA FERNANDES
GLEYSIELE BRAGA GUALBERTO RABELO
ALYSSON RUBENS
BARTIRA MENDES COSTA
10 Autores mais lidos...
613 SEDNAN MOURA
SEDNAN MOURA
Total: 4609861
657 ELIO MOREIRA
ELIO MOREIRA
Total: 802427
285 ALEXANDRE BRUSSOLO
ALEXANDRE BRUSSOLO
Total: 703525
190 DIRCEU DETROZ
DIRCEU DETROZ
Total: 665648
622 SANTO VANDINHO
SANTO VANDINHO
Total: 354914
1121 THALYA SANTOS
THALYA SANTOS
Total: 194636
272 PEDRO VONO
PEDRO VONO
Total: 138838
218 ZILDO GALLO
ZILDO GALLO
Total: 97360
496 ALBERTO DOS ANJOS COSTA
ALBERTO DOS ANJOS COSTA
Total: 88015
189 LADISLAU FLORIANO
LADISLAU FLORIANO
Total: 82878
Sala de Leitura
Busca Geral:
Nome/login (Autor)
Título
Texto TituloTexto



Total de visualização: 442
Textos & Poesias
Imprimir

Total Votos: 0
 
 

A CARTA

Querido,
“Não quero luxo nem lixo, quero ser imortal”, quero ficar com você. Mascaro a velhice na ausência que busca o sonho: renascer ou desenvelhecer?
Passo pela história sobreposta em caminhos e lembro o portal, o jardim na edificação antiga, onde o envelhecimento acontece em brumas de outras histórias e se apodera do momento em que colho o sentido da vida no não retorno: nostalgia ou tristeza?
A aridez do tempo desfoca minha realidade de idosa ao me remeter para o presente na ausência anunciada, em mera fumaça lanço a vida em sonhos, refaço trajetos e busco motivos para que o amanhã se repita no ontem: pranto ou choro?
A idade avança na medida em que divido o tempo, como jogo entre amigos, em que conto os resultados diários sem alarme. Minha dúvida é se ainda há alarme para o coração; ou apenas digo que hoje é domingo? Busco o seu olhar para realizar minhas fantasias e ouvir seus segredos ao apreciar a paisagem: nasci para desenvelhecer?
Quero ficar com você. Em tudo que vejo e ouço é sempre você! Carlos Drummond de Andrade demonstra, na “Carta a uma Senhora,... Por isso lhe escrevo esta carta, que é especial: não vai por terra ou mar, nem vai de avião, vai pelo rádio. Se fosse pelo correio, a senhora reconheceria logo a letra do envelope, e não seria surpresa... A senhora, seu marido e seus três moleques recebam, pois este abraço que lhes manda pelo rádio um velho amigo saudoso; abraço tão real e apertado como se estivéssemos todos reunidos de verdade nesta sala”.
Abraços da sua amiga de sempre para sempre.

 
   
Comente o texto do autor. Para isso, faça seu login. Mais textos de TÂNIA DU BOIS:
100 ANOS?!?! Autor(a):
A arte da Escolha Autor(a):
A arte da SIMPLIFICAÇÃO e a beleza da SIMPLICIDADE Autor(a):
A ARTE DE FAZER EXISTIR O FIM Autor(a):
A ARTE DE FAZER EXISTIR O FIM Autor(a):
A BUSCA da BELEZA Autor(a):
A BUSCA pela BELEZA Autor(a):
A CARTA Autor(a):
A casa Autor(a):
A CIDADE Autor(a):
A COR do INVISÍVEL ( II ) Autor(a):
A COR do INVISÍVEL (I) Autor(a):
A EXCEÇÃO Autor(a):
A IMAGINAÇÃO É SUFICIENTE PARA DESCREVER O MUNDO? Autor(a):
A INTENÇÃO E O FEITO Autor(a):
A LINGUAGEM da DIFERENÇA Autor(a):
A LINGUAGEM da DIFERENÇA Autor(a):
ABRAÇO Autor(a):
AFETIVIDADE e EFETIVIDADE: torna real a relação? Autor(a):
AGONIA Autor(a):
ALMA do TEMPO Autor(a):
ALMA do TEMPO Autor(a):
AMAR Autor(a):
AMORES versus HORAS Autor(a):
ARROGÂNCIA ou IGNORÂNCIA Autor(a):
ARTE: Discussão Literária Autor(a):
ARTE: VOCAÇÃO E PAIXÃO Autor(a):
AS APARÊNCIAS ENGANAM Autor(a):
AS MÃOS Autor(a):
ATRÁS DA NOITE Autor(a):
Banner aniversariantes

Aniversário Hoje

Aniversariante de Hoje BETO COSTA
Aniversariante de Hoje JUAN CARLOS