ADEMYR BORTOT

 -  - ADEMYR BORTOT
Total Visualizações: 22545
Texto mais lido:
Depois do amor... - Total: 1946
Educares são nossos pontos, nossa pontuação! Educares: 1642
10 Autores mais recentes...
DIONILDO DANTAS
VALMIR APARECIDO SAMBO
WALLACE MARINS
DEIVID
IVONE DETTMANN GONCALVES
HERBERTEEN SANTOS
DALILA DO NASCIMENTO DOS SANTOS
CLEITON CARVALHO DE JESUS GONSALVES
LUIZA NASCIMENTO ABREU
MARCO PAULO VALERIANO DE BRITO
10 Autores mais lidos...
613 SEDNAN MOURA
SEDNAN MOURA
Total: 3118718
285 ALEXANDRE BRUSSOLO
ALEXANDRE BRUSSOLO
Total: 396723
190 DIRCEU DETROZ
DIRCEU DETROZ
Total: 334546
657 ELIO MOREIRA
ELIO MOREIRA
Total: 275800
622 EVANDRO JORGE DO ESPIRITO SANTO
EVANDRO JORGE DO ESPIRITO SANTO
Total: 179820
1121 THALYA SANTOS
THALYA SANTOS
Total: 129642
272 PEDRO VONO
PEDRO VONO
Total: 123660
218 ZILDO GALLO
ZILDO GALLO
Total: 58262
496 ALBERTO DOS ANJOS COSTA
ALBERTO DOS ANJOS COSTA
Total: 50266
189 LADISLAU FLORIANO
LADISLAU FLORIANO
Total: 49691
Sala de Leitura
Busca Geral:
Nome/login (Autor)
Título
Texto TituloTexto



Total de visualização: 298
Textos & Poesias
Imprimir

Total Votos: 0
DICA: Utilize o botão COMPARTILHAR (do facebook em azul) ou o LINK CURTO que disponibilizamos logo abaixo desse botão para compartilhar seu TALENTO nas Redes Sociais, compartilhando com mais fãs e leitores de toda parte do Mundo Virtual. Esse recurso foi desenvolvido para ajudar na divulgação de seus textos. USE SEMPRE QUE DESEJAR!
  Anote esse link curto de seu texto e divulgue nas redes sociais.

Por onde anda?


*** Faça o seu Login e envie esse texto por email ***

Tardes cinzentas
Tardes ensolaradas
Tardes chuvosas...
Não tinha dia, não tinha hora
Tinha você a todo momento
Amávamos loucamente
Vivíamos uma paixão ardente...
Como anda você agora?
Você que aqui estava...
Que aqui eu te abraçava...
Que aqui eu te desejava...
Que matava nossas vontades
Como está você agora?
Por que abandonou tudo?
Por que saiu correndo
Me deixando tão mudo?
Por que fizeste isso contigo?
Sacrificando um amor não vivido
Que apesar de muito escondido
Lhe deixava a vida mais prazeirosa...
Um pouco menos triste
Onde está você agora?
Será que no conforto de seu par
Ou na incerteza de uma nova espera
Que outra vez lhe apareça um amor...
Em uma nova ilusão.
Você precisava tanto de um amor
Pensou, jurou, e aconteceu
Inesperadamente, relutou,
Mas depois
Não resistiu e se entregou
A momentos imaginados e nunca vividos
Mas tudo não resistiu as circunstancias
Agora, resta apenas o amargor
E da solidão não pode reclamar
Você fez sua opção...
Aceitar resignada aquilo que o padre falou...
Independente de sentimentos, verdades
Uma jura eterna que lhe dói na alma
Na sofrência de um amor na saudade
Vai viver tua vida
Sem vive-la plenamente
Sem a emoção,
Sem a vibração do amor que vivemos
Mas ficarás com a segurança
Da promessa feita um dia
Se você ficará bem com isso
Não sei, nunca saberei
Talvez até você nunca saberás
Pois terás que viver,
E se esconder atrás de meios desejos...
E de meias vontades...
E não viverás suas verdades...

 
   
Comente o texto do autor. Para isso, faça seu login. Mais textos de ADEMYR BORTOT:
Alma vazia Autor(a):
Depois do amor... Autor(a):
E Agora? Autor(a):
Encontro... Autor(a):
Espera Autor(a):
Meu filho! Autor(a):
Momento de uma vida! Autor(a):
Na janela do tempo... Autor(a):
Paixão...? Autor(a):
Por onde anda? Autor(a):
Quando vejo voce... Autor(a):
Se voce voltasse! Autor(a):
Sem resposta... Autor(a):
Solidão! Autor(a):
Somos... Autor(a):
Sonho Autor(a):
Teu jeito Autor(a):