Total Visualizações: 37950
Texto mais lido:
DEPOIS... - Total: 2960

Amigos Recentes

534 EMERSON CALEJON2735 RUAN VIEIRA4475 PATRICK ALVES ASSUMPÇÃO4539 BEATRIZ MOLINA ANTUNES4523 ORUMAR CANDIDO192 ALCINA MARIA SILVA AZEVEDO906 CARLA PATRICIA FERREIRA COSTA1424 CRISTIANE KELLY GOMES MOREIRA
Meus amigos...
Foto de Capa Efuturo ADEMYR BORTOT 477
Todos os textos de: ADEMYR BORTOT
Busca Geral:
     
DICA: Utilize o botão COMPARTILHAR (do facebook em azul) ou o LINK CURTO que disponibilizamos logo abaixo desse botão para compartilhar seu TALENTO nas Redes Sociais, compartilhando com mais fãs e leitores de toda parte do Mundo Virtual. Esse recurso foi desenvolvido para ajudar na divulgação de seus textos. USE SEMPRE QUE DESEJAR!

 
Imprimir Texto
Total Votos: 0

TEMPO, TEMPO!


*** Faça o seu Login e envie esse texto por email ***

O Tempo é de gritar
Mas também de calar as aflições
E balbuciar palavras sem nexo
Tempo de recolher os sonhos
Calar nossa esperança
Tempo de buscar a si mesmo
Tempo de revolver todos os sentidos
Sentidos e vividos loucamente
Tempo de se reconstruir
Se buscar, se reposicionar sobre esse sentimento
Tempo de sair do teu circulo
Tempo de ser legitimo
Sobre tudo que lhe digo
Tempo de avaliar as perdas e os danos
Buscando explicações onde não há explicação
Nessa incrédula e imensa angustia inesperada
Tempo de angustias, medos, dores,
Num sufocar intermitente de minha alma
Tempo de se perguntar
Saber os porquês de tanta inquietacao
Tempo de se deixar de esperar
Por algo que a cada dia ficará mais distante
Tempo de condensar meu sentir...
Sufocar tamanhas e fartas lembranças
Buscar no relicário de nossas memórias
Aquilo que ainda vibra em nossas almas
Mas é Impossível nesse momento
Pois estou prostrado, estático...
Estou sem reação, sem razão...
Tempo de pensar
De que realmente era uma loucura
Essa busca que durou por longo tempo
Mas agora existe um hiato
Uma parada na extensão desse sentir
Tempo de esclarecer as nossas almas
Deixando elas sabidas do que se passa aqui fora
Tempo de acalmar nossos corações
Alinhando eles a nossa nova realidade
Tempo de interditar o pensamento
Pra cessar a sangria emocional existente
Tempo de chorar
Com muito amargor essas lagrimas
Que agora são derramadas por uma razão
Uma razão que já foi a razão de nosso viver
Tempo de olhar pra trás
E ver quanta coisa linda existiu
Tempo de olhar pra frente
E tentar cuidar das feridas que ficarão abertas
Sangrando pela vida que ainda nos restar
Tempo de cicatrizar as fraturas
Abertas na alma e no coração
Em um nocaute dos sonhos e das esperanças
Serão dias e noites inteiras
Em intermináveis noites mal dormidas
Dias sem mais quaisquer ânimos
Tempo de manter acesa a chama
Por mais que essa chama
insista em querer se apagar
Tempo melancólico de um ciclo
Um ciclo que definiu toda a estrutura de nosso viver
Tempo de reciclar e esquecer o passado
Para mantermos ainda alguma luz
em nosso presente
Tempo de nos voltarmos ao nosso espirito
E esperar por um novo momento propicio
Pois ainda que tudo não esteja definido
Ainda assim não acredito
Que nunca mais, nunca mais...
Ainda sentiremos o olhar um para o outro
Aquele olhar, aquele encontro
Em algum lugar em algum tempo
e em algum outro momento de nossas vidas
Ainda assim ainda sentirei tua mão sobre a minha
Num eterno momento de te dizer:
Esse sentimento é para toda a nossa vida...
Eternamente carregarei você dentro de meu ser!

 
   
Comente o texto do autor. Para isso, faça seu login.
Total de visualização: 309
[ 23 ] Texto
Votos Poesia Leitura Publicação
0 TEMPO, TEMPO! 309 10/10/2020
0 SOU... 715 18/05/2020
0 ALMA! 491 06/05/2020
0 EXPRESSAR! 399 06/05/2020
0 QUARENTENADO!!! 545 28/04/2020
2 DES(ESPERANDO)! 662 12/03/2020
2 NÃO IMPORTA... 988 20/11/2019
2 REMINISCENCIAS... 937 05/11/2019
2 RESPOSTA... 1179 07/09/2019
2 SOMOS... 1326 31/08/2019
2 SOLIDÃO! 1254 15/08/2019
14 SONHO! 2012 04/09/2018
14 VAZIO... 1913 04/09/2018
12 TEU JEITO 1837 04/09/2018
15 DEPOIS... 2960 07/04/2018
13 PAIXÃO? 2072 06/04/2018
14 FILHOS! 1972 06/04/2018
14 AQUELE ENCONTRO... 2068 05/04/2018
13 ILUSÃO! 2026 05/04/2018
16 ESPERA... 2561 02/04/2018
15 NA JANELA DO TEMPO... 2788 01/04/2018
14 E AGORA? 2428 01/04/2018
14 MOMENTOS! 2496 01/04/2018