ROBERT THOMAZ

 -  - ROBERT THOMAZ
Total Visualizações: 7905
Texto mais lido:
Não perder o foco - Total: 338
Educares são nossos pontos, nossa pontuação! Educares: 382
10 Autores mais recentes...
VALDINEI DA SILVA CAMPOS
MILTON JORGE DA SILVA
CELSO GABRIEL DE TOLEDO E SILVA
MARIA DE SOUZA CEZAR
EVERALDO JOSÉ CAVALHEIRO PAVÃO
JOSE JOÃO BOSCO PEREIRA
RUAN VIEIRA
FERNANDO DANIEL FRANCO DE CAMARGO
ELIAS OLIVEIRA DE JESUS
MARISA BARBOSA CAJADO
10 Autores mais lidos...
613 SEDNAN MOURA
SEDNAN MOURA
Total: 1451692
285 ALEXANDRE BRUSSOLO
ALEXANDRE BRUSSOLO
Total: 248584
190 DIRCEU DETROZ
DIRCEU DETROZ
Total: 122908
272 PEDRO VONO
PEDRO VONO
Total: 112053
1121 THALYA SANTOS
THALYA SANTOS
Total: 90526
622 EVANDRO JORGE DO ESPIRITO SANTO
EVANDRO JORGE DO ESPIRITO SANTO
Total: 53932
218 ZILDO GALLO
ZILDO GALLO
Total: 33213
496 ALBERTO DOS ANJOS COSTA
ALBERTO DOS ANJOS COSTA
Total: 31263
189 LADISLAU FLORIANO
LADISLAU FLORIANO
Total: 30021
385 ANDRADE JORGE
ANDRADE JORGE
Total: 25767
Sala de Leitura
Busca Geral:
Nome/login (Autor)
Título
Texto TituloTexto



Total de visualização: 175
Textos & Poesias
Imprimir

Total Votos: 0
DICA: Utilize o botão COMPARTILHAR (do facebook em azul) ou o LINK CURTO que disponibilizamos logo abaixo desse botão para compartilhar seu TALENTO nas Redes Sociais, compartilhando com mais fãs e leitores de toda parte do Mundo Virtual. Esse recurso foi desenvolvido para ajudar na divulgação de seus textos. USE SEMPRE QUE DESEJAR!
  Anote esse link curto de seu texto e divulgue nas redes sociais.

A jovem guerreira


*** Faça o seu Login e envie esse texto por email ***

Vi minha descendência ser dizimada por loucos guerreiros medievais
O sangue se misturou a água dos rios e a terra de onde saía nosso alimento
E ainda pequena fui levada para longe, para ser escrava de terríveis chacais
Começando assim meu calvário perpétuo, no qual mergulhei em sofrimento

Os tempos passaram como as nuvens no céu e meu corpo foi torneado
O primeiro carniceiro que tentou me possuir enterrei a lâmina em profundidade
Os outros castigaram-me, pendurando meu corpo sedutor por dias num beirado
Mas meu ódio foi maior e resisti, escapando numa noite de grande obscuridade

Nômade, passei lutar em guerras que não eram minhas e nelas tornei-me guerreira
A morte e o sangue passaram a ser parte de mim e o amor de mim foi retirado
Em batalha deparei-me com invencível que avançou para mim em desabalada carreira
Lutamos e nossas forças foram medidas, fui vencida e ele se mostrou honrado

Poupou minha vida e levou-me a sua alcova e lá cerceou minha liberdade
Aproximou-se devagar e beijou-me docemente, tentei resistir, mas a doçura
A doçura de seus lábios arrebataram minhas forças e ele me acariciou sem maldade
Rasgou minhas roupas e agarrou meu corpo, possuindo-me com amor e ternura
Ai! Que t...!

Robert Thomaz

 
   
Comente o texto do autor. Para isso, faça seu login. Mais textos de ROBERT THOMAZ:
A boca que me devora Autor(a):
A escuridão das pessoas Autor(a):
A esse amor devastador... Eu me rendo Autor(a):
A jovem guerreira Autor(a):
A loja de vidas Autor(a):
A luz dos teus olhos se acenderá por mim Autor(a):
A mais bela dobra da Criação Autor(a):
A poesia é a face mais bela da literatura Autor(a):
A razão do teu viver! Autor(a):
A tragédia da vida Autor(a):
Achado ou perdido? Autor(a):
Amantes da poesia Autor(a):
Amar é viver delírios poéticos Autor(a):
Anjo Autor(a):
Anjos não dormem em noites escuras Autor(a):
Anomalia Autor(a):
Após o Pecado Original Autor(a):
Arder em ti pela madrugada Autor(a):
As Irreverentes Autor(a):
Atalaiada – Parte I Autor(a):
Atalaiada – Parte II Autor(a):
Beijar é o toque de duas bocas Autor(a):
Bela morena Autor(a):
Confesso que tu és meu pecado Autor(a):
Contas do amor Autor(a):
Deixando pedaços de mim... Autor(a):
Descanse... em paz Autor(a):
Devora-me ou te mato! Autor(a):
Doce amizade... era o amor perfeito Autor(a):
Dor minha, amor meu Autor(a):