ROBERT THOMAZ

 -  - ROBERT THOMAZ
Total Visualizações: 10984
Texto mais lido:
Não perder o foco - Total: 512
Educares são nossos pontos, nossa pontuação! Educares: 382
10 Autores mais recentes...
DEIVID
IVONE DETTMANN GONCALVES
HERBERTEEN SANTOS
DALILA DO NASCIMENTO DOS SANTOS
CLEITON CARVALHO DE JESUS GONSALVES
LUIZA NASCIMENTO ABREU
MARCO PAULO VALERIANO DE BRITO
ALHOSAL
JUAN CARLOS
DARLAN BEZERRA PILAR
10 Autores mais lidos...
613 SEDNAN MOURA
SEDNAN MOURA
Total: 2598736
285 ALEXANDRE BRUSSOLO
ALEXANDRE BRUSSOLO
Total: 330852
190 DIRCEU DETROZ
DIRCEU DETROZ
Total: 235236
657 ELIO MOREIRA
ELIO MOREIRA
Total: 129565
622 EVANDRO JORGE DO ESPIRITO SANTO
EVANDRO JORGE DO ESPIRITO SANTO
Total: 127711
272 PEDRO VONO
PEDRO VONO
Total: 119405
1121 THALYA SANTOS
THALYA SANTOS
Total: 114562
218 ZILDO GALLO
ZILDO GALLO
Total: 48152
189 LADISLAU FLORIANO
LADISLAU FLORIANO
Total: 42396
496 ALBERTO DOS ANJOS COSTA
ALBERTO DOS ANJOS COSTA
Total: 42287
Sala de Leitura
Busca Geral:
Nome/login (Autor)
Título
Texto TituloTexto



Total de visualização: 151
Textos & Poesias
Imprimir

Total Votos: 0
DICA: Utilize o botão COMPARTILHAR (do facebook em azul) ou o LINK CURTO que disponibilizamos logo abaixo desse botão para compartilhar seu TALENTO nas Redes Sociais, compartilhando com mais fãs e leitores de toda parte do Mundo Virtual. Esse recurso foi desenvolvido para ajudar na divulgação de seus textos. USE SEMPRE QUE DESEJAR!
  Anote esse link curto de seu texto e divulgue nas redes sociais.

Bela morena


*** Faça o seu Login e envie esse texto por email ***

Os ventos de Pernambuco que acariciam tua doce essência
Ah morena de pele bronzeada pelo sol escaldante
Calor que te faz bela, mulher meiga e cativante
Não, ainda não estou apaixonado, seria incoerência

Quero ser um anjo a viajar pela imensidão
Na busca incessante do fulgor da bela donzela
Da escuridão lhe trazer o brilho das estrelas em chancela
Para deixar a alegria do céu em seu meigo coração

Desculpe-me a poesia em tom de ousadia
Mas a inspiração invadiu-me o coração
E como poeta eu não podia ficar em agonia
Sim tive que poetizar e perder toda a razão

Necessitava criar esta pequena celebração
Em alento a minh’alma em alegria
Ao encontrá-la perdida na virtual vastidão
De meus sonhos lúcidos, meu desejo em caloria

Sou o que chamam de lobo solitário
Homem de bom coração, mas sem mulher amada
A cavalgar em silencioso pranto nas linhas da estrada
Em busca de teu amor morena, amor que merece o necessário

ROBERT THOMAZ

 
   
Comente o texto do autor. Para isso, faça seu login. Mais textos de ROBERT THOMAZ:
A boca que me devora Autor(a):
A escuridão das pessoas Autor(a):
A esse amor devastador... Eu me rendo Autor(a):
A jovem guerreira Autor(a):
A loja de vidas Autor(a):
A luz dos teus olhos se acenderá por mim Autor(a):
A mais bela dobra da Criação Autor(a):
A poesia é a face mais bela da literatura Autor(a):
A razão do teu viver! Autor(a):
A tragédia da vida Autor(a):
Achado ou perdido? Autor(a):
Amantes da poesia Autor(a):
Amar é viver delírios poéticos Autor(a):
Anjo Autor(a):
Anjos não dormem em noites escuras Autor(a):
Anomalia Autor(a):
Após o Pecado Original Autor(a):
Arder em ti pela madrugada Autor(a):
As Irreverentes Autor(a):
Atalaiada – Parte I Autor(a):
Atalaiada – Parte II Autor(a):
Beijar é o toque de duas bocas Autor(a):
Bela morena Autor(a):
Confesso que tu és meu pecado Autor(a):
Contas do amor Autor(a):
Deixando pedaços de mim... Autor(a):
Descanse... em paz Autor(a):
Devora-me ou te mato! Autor(a):
Doce amizade... era o amor perfeito Autor(a):
Dor minha, amor meu Autor(a):