FRANCISCO DE ASSIS SILVA

 -  - FRANCISCO DE
Total Visualizações: 12029
Texto mais lido:
HOMENAGEM À MEMÓRIA DE MEU FILHO FERNANDO - Total: 246
Educares são nossos pontos, nossa pontuação! Educares: 475
10 Autores mais recentes...
JUAN CARLOS
DARLAN BEZERRA PILAR
JOSÉ ROBERTO DA SILVA
VALDINEI DA SILVA CAMPOS
JOSÉ MARIA AMARANTO
MILTON JORGE DA SILVA
CELSO GABRIEL DE TOLEDO E SILVA
MARIA DE SOUZA CEZAR
EVERALDO JOSÉ CAVALHEIRO PAVÃO
JOSE JOÃO BOSCO PEREIRA
10 Autores mais lidos...
613 SEDNAN MOURA
SEDNAN MOURA
Total: 1653080
285 ALEXANDRE BRUSSOLO
ALEXANDRE BRUSSOLO
Total: 265002
190 DIRCEU DETROZ
DIRCEU DETROZ
Total: 140141
272 PEDRO VONO
PEDRO VONO
Total: 113520
1121 THALYA SANTOS
THALYA SANTOS
Total: 96173
622 EVANDRO JORGE DO ESPIRITO SANTO
EVANDRO JORGE DO ESPIRITO SANTO
Total: 64740
218 ZILDO GALLO
ZILDO GALLO
Total: 36630
496 ALBERTO DOS ANJOS COSTA
ALBERTO DOS ANJOS COSTA
Total: 33732
189 LADISLAU FLORIANO
LADISLAU FLORIANO
Total: 33250
657 ELIO MOREIRA
ELIO MOREIRA
Total: 32539
Sala de Leitura
Busca Geral:
Nome/login (Autor)
Título
Texto TituloTexto



Total de visualização: 212
Textos & Poesias
Imprimir

Total Votos: 0
DICA: Utilize o botão COMPARTILHAR (do facebook em azul) ou o LINK CURTO que disponibilizamos logo abaixo desse botão para compartilhar seu TALENTO nas Redes Sociais, compartilhando com mais fãs e leitores de toda parte do Mundo Virtual. Esse recurso foi desenvolvido para ajudar na divulgação de seus textos. USE SEMPRE QUE DESEJAR!
  Anote esse link curto de seu texto e divulgue nas redes sociais.

AS NAMORADAS QUE CONQUISTEI DOS MEUS AMIGOS


*** Faça o seu Login e envie esse texto por email ***

AS NAMORADAS QUE CONQUISTEI
DOS MEUS AMIGOS




Na minha mocidade, eu me lembro – e quanto!
Eu me deleitava em poder motivar
Perfídias entre os amigos e entretanto,
As suas namoradas querer conquistar!...

Estas discrepâncias aconteciam tanto
Que eu me divertia em querer lograr
Aqueles amigos - hoje, até me espanto
Dessa rivalidade arguta que eu deixei rolar.

Os nomes das garotas – (de caráter fictício,)
Eram entre outras: Edilma, a expressar valores;
Gildete, Maria, Lília - e a Íris, que me deu o vício

De inebriar-me de éter-perfumado de rijos odores
E em doces enleios bravateava o suplício
Que causava aos amigos ao roubar seus amores!


Francisco de Assis Silva

 
   
Comente o texto do autor. Para isso, faça seu login. Mais textos de FRANCISCO DE ASSIS SILVA:
A HISTÓRIA HILÁRIA DE UM SONETO Autor(a):
A MORTE Autor(a):
A REFORMA PROTESTANTE Autor(a):
ADJON - 55 ANOS DE GLÓRIA! Autor(a):
AGRADECIMENTO ÀS MÃES Autor(a):
ALEGRIA! Autor(a):
AMARGA DESILUSÃO Autor(a):
AMEI COMO NINGUÉM AMOU Autor(a):
AMO IMENSAMENTE! Autor(a):
AMO! Autor(a):
AS NAMORADAS QUE CONQUISTEI DOS MEUS AMIGOS Autor(a):
ASPIRAÇÕES... NA TARDE CHUVOSA... Autor(a):
ATRAÇÃO Autor(a):
BALADA PARA NÓS DOIS Autor(a):
BALADA PARA NÓS DOIS Autor(a):
BOA NOITE! Autor(a):
CAMA DE CIMENTO Autor(a):
COMISERAÇÃO A UMA MULHER Autor(a):
COMPUNÇÃO - PESO NA ALMA Autor(a):
CONTA-ME... Autor(a):
ELEIÇÃO E PREDISTINAÇÃO Autor(a):
EM ALGUM LUGAR DO PASSADO Autor(a):
ÉS LINDA! Autor(a):
EU RECORDO COM CARINHO Autor(a):
FRIA SOLIDÃO Autor(a):
FUGA NO MEIO DA NOITE Autor(a):
GRAÇAS PELOS TEUS DIAS Autor(a):
HOMENAGEM À MEMÓRIA DE MEU FILHO FERNANDO Autor(a):
HOMENAGEM À MEMÓRIA DE MEU FILHO FERNANDO Autor(a):
INDECISÕES Autor(a):