WILLIAM PEREIRA DE MENDONÇA

 -  - WILLIAM PEREIRA
Total Visualizações: 24665
Texto mais lido:
ÍRIS - Total: 876
Educares são nossos pontos, nossa pontuação! Educares: 171
10 Autores mais recentes...
JUAN CARLOS
DARLAN BEZERRA PILAR
JOSÉ ROBERTO DA SILVA
VALDINEI DA SILVA CAMPOS
JOSÉ MARIA AMARANTO
MILTON JORGE DA SILVA
CELSO GABRIEL DE TOLEDO E SILVA
MARIA DE SOUZA CEZAR
EVERALDO JOSÉ CAVALHEIRO PAVÃO
JOSE JOÃO BOSCO PEREIRA
10 Autores mais lidos...
613 SEDNAN MOURA
SEDNAN MOURA
Total: 1612247
285 ALEXANDRE BRUSSOLO
ALEXANDRE BRUSSOLO
Total: 262190
190 DIRCEU DETROZ
DIRCEU DETROZ
Total: 136554
272 PEDRO VONO
PEDRO VONO
Total: 113289
1121 THALYA SANTOS
THALYA SANTOS
Total: 95134
622 EVANDRO JORGE DO ESPIRITO SANTO
EVANDRO JORGE DO ESPIRITO SANTO
Total: 62538
218 ZILDO GALLO
ZILDO GALLO
Total: 36079
496 ALBERTO DOS ANJOS COSTA
ALBERTO DOS ANJOS COSTA
Total: 33320
189 LADISLAU FLORIANO
LADISLAU FLORIANO
Total: 32677
657 ELIO MOREIRA
ELIO MOREIRA
Total: 30437
Sala de Leitura
Busca Geral:
Nome/login (Autor)
Título
Texto TituloTexto



Total de visualização: 174
Textos & Poesias
Imprimir

Total Votos: 0
DICA: Utilize o botão COMPARTILHAR (do facebook em azul) ou o LINK CURTO que disponibilizamos logo abaixo desse botão para compartilhar seu TALENTO nas Redes Sociais, compartilhando com mais fãs e leitores de toda parte do Mundo Virtual. Esse recurso foi desenvolvido para ajudar na divulgação de seus textos. USE SEMPRE QUE DESEJAR!
  Anote esse link curto de seu texto e divulgue nas redes sociais.

20 DE OUTUBRO: DIA DO POETA


*** Faça o seu Login e envie esse texto por email ***

Outubro marca a passagem de uma data muito significativa, principalmente para o jornal VOZ DE MARAMBAIA, que sempre abriu espaço para a arte poética: o Dia do Poeta, comemorado em 20 de outubro. A todos aqueles que já passaram por nossas páginas, e aqueles que ainda passarão, desfilando sua arte, seu sentimento, os merecidos parabéns pela data.
Aproveitando a ocasião, colhemos frases significativas de poetas brasileiros e estrangeiros que dão um quadro, ainda que parcial, da mente e do ofício do poeta – que, como já dizia Carlos Drummond de Andrade, luta a luta mais vã – mas, na nossa opinião, sempre sai vencedor.
Byron, grande poeta romântico inglês, no auge da fama em meados do século passado, partiu para uma campanha suicida como soldado, na luta pela independência da Grécia. Morreu lá, de tifo, não sem antes dizer “continuem lutando”.
Florbela Espanca, a maior poetisa portuguesa, suicidou-se em 2 de dezembro, quando completava 36 anos, deixando em seu diário a frase: “E não haverá gestos novos nem palavras novas!”
Manuel Bandeira, em 1966 (dois anos antes de sua morte), escrevia: “De fato, cheguei ao apaziguamento das minhas insatisfações e das minhas revoltas pela descoberta de ter levado à angústia de muitos uma palavra fraterna. Agora a morte pode vir – essa morte que espero desde os dezoito anos: tenho a impressão que encontrará, como em “Consoada” está dito – a casa limpa, a mesa posta, cada coisa em seu lugar”.
Orcival Barbosa Velho, poeta que fez história em Itaboraí e foi recentemente homenageado pelo Festival de Poesia do município, viveu muito – 86 anos – mas deixou com o amigo Odyr Barros um poema para ser publicado apenas depois de sua morte: “Eu sinto que se aproxima / o meu instante final: / perdoa, Deus, tanta rima / e nem uma original”.
O poeta inglês William Shakespeare, conhecido dramaturgo, em seus Sonnets “cobrava” inspiração à sua musa, no soneto nº 100: “Onde andas, Musa, que tanto te esqueces de falar deste que te dá grandeza? ... Volta, volúvel Musa, a redimir no verso o tempo que jogaste fora. ... Dá fama ao meu amor: que assim afastes o Tempo, sua foice e seu desgaste”.


(Publicado no jornal "A voz de Marambaia" em 1998)

Visite www.williammendonca.com

 
   
Comente o texto do autor. Para isso, faça seu login. Mais textos de WILLIAM PEREIRA DE MENDONÇA:
20 DE OUTUBRO: DIA DO POETA Autor(a):
A AREIA FINA Autor(a):
A DOR QUE ME VISITA Autor(a):
A LIRA DOS VINTE ANOS Autor(a):
A MIL POR HORA Autor(a):
A MORAL RASTEJANTE Autor(a):
A PAZ NO OLHAR DE GABRIELA Autor(a):
A POESIA DAS NOITES DE HOJE Autor(a):
A QUEM NÃO AMA Autor(a):
A RENÚNCIA DO PAPA Autor(a):
A ÚLTIMA QUIMERA Autor(a):
A VERDADE RELATIVA Autor(a):
ABSINTO Autor(a):
AGORA Autor(a):
AGRADECIMENTO Autor(a):
ALGUMAS TROVAS IMPERFEITAS Autor(a):
AMANHECER Autor(a):
ANA C. - O brilho interrompido Autor(a):
ANACRÔNICO Autor(a):
ÂNSIA Autor(a):
ANTONIN ARTAUD - O teatro e sua santa loucura Autor(a):
ANUNCIADA Autor(a):
AO TEU SOL EM PEIXES Autor(a):
AONDE VAI O POVO? (Conversa com o Brasil) Autor(a):
AOS ABUTRES Autor(a):
AOS NOSSOS FILHOS Autor(a):
APARTHEID BANCÁRIO Autor(a):
ARGONAUTA Autor(a):
ARTAUD Autor(a):
ARTHUR MILLER - o mestre indiscutível do drama moderno Autor(a):