ALEXANDRE BRUSSOLO

 -  - ALEXANDRE BRUSSOLO
Total Visualizações: 261161
Texto mais lido:
Música (T2941) - Total: 2642
Educares são nossos pontos, nossa pontuação! Educares: 274
10 Autores mais recentes...
JUAN CARLOS
DARLAN BEZERRA PILAR
JOSÉ ROBERTO DA SILVA
VALDINEI DA SILVA CAMPOS
JOSÉ MARIA AMARANTO
MILTON JORGE DA SILVA
CELSO GABRIEL DE TOLEDO E SILVA
MARIA DE SOUZA CEZAR
EVERALDO JOSÉ CAVALHEIRO PAVÃO
JOSE JOÃO BOSCO PEREIRA
10 Autores mais lidos...
613 SEDNAN MOURA
SEDNAN MOURA
Total: 1601480
285 ALEXANDRE BRUSSOLO
ALEXANDRE BRUSSOLO
Total: 261161
190 DIRCEU DETROZ
DIRCEU DETROZ
Total: 135668
272 PEDRO VONO
PEDRO VONO
Total: 113201
1121 THALYA SANTOS
THALYA SANTOS
Total: 94792
622 EVANDRO JORGE DO ESPIRITO SANTO
EVANDRO JORGE DO ESPIRITO SANTO
Total: 61568
218 ZILDO GALLO
ZILDO GALLO
Total: 35849
496 ALBERTO DOS ANJOS COSTA
ALBERTO DOS ANJOS COSTA
Total: 33171
189 LADISLAU FLORIANO
LADISLAU FLORIANO
Total: 32504
657 ELIO MOREIRA
ELIO MOREIRA
Total: 29833
Sala de Leitura
Busca Geral:
Nome/login (Autor)
Título
Texto TituloTexto



Total de visualização: 73
Textos & Poesias
Imprimir

Total Votos: 0
DICA: Utilize o botão COMPARTILHAR (do facebook em azul) ou o LINK CURTO que disponibilizamos logo abaixo desse botão para compartilhar seu TALENTO nas Redes Sociais, compartilhando com mais fãs e leitores de toda parte do Mundo Virtual. Esse recurso foi desenvolvido para ajudar na divulgação de seus textos. USE SEMPRE QUE DESEJAR!
  Anote esse link curto de seu texto e divulgue nas redes sociais.

Fascinante (T431)


*** Faça o seu Login e envie esse texto por email ***

Como era boa aquela vida lá no sítio de meu vô, o vô Lau, como era conhecido pelas redondezas, um homem de princípios e de muito caráter, tanto que muitas pessoas pediam conselhos para ele, e os que seguiam incrivelmente se davam muito bem, pois em seus conselhos procurava ser sempre justo o que talvez fosse o seu segredo.
Lembro das manhãs, acordava bem cedo com aquele cheiro de cafézinho que só a minha vó sabia fazer, saía da cama pois adorava ir com ela tirar o leite para um farto café da manhã, como muitos que tomei e hoje não vejo mais, era gostoso, e meu vô fazia questão que na hora do café estivessemos todos reunidos, abaixávamos a cabeça e fazíamos uma oração agradecendo.
Logo que terminávamos lá ia eu desbravar aquele mundo fascinante dos campos que contornavam o sítio de vovô, era uma região rica em belezas naturais, e o que mais me fascinava era a grande cachoeira que lá tinha, a água super gelada mas uma delícia, águas tão limpas e cristalinas, um local para repor toda a energia com a benção dessa mãe natureza, ficava lá até a hora do almoço quando escutava o som do berrante do meu avô, pois só assim escutava o chamado. Quando me aproximava já sentia aquele cheiro delicioso da comida simples do fogão de lenha, feito com tanto carinho que você comia como se fosse um manjar dos deuses.
Acabava de almoçar e já ia em direção à casa de Dona Consuelo, uma senhora que adorava receber as crianças da região para contar seus causos, e não sabia de onde tirava tantas histórias sem repetir nenhuma, sempre nos recebia com seu famoso doce de goiaba junto com um queijo que ela mesmo fazia, era uma coisa de louco, passávamos até mal de tanto que comíamos, não tinha como resistir.
No final da tarde saía da casa de Dona Consuelo e subia a colina ali perto do sítio mesmo, lá em cima sentava na grama macia e olhava para o horizonte onde contemplava o por do sol, onde o céu avermelhado começava a dar lugar ao manto negro da noite com suas constelações e uma magnífica lua, uma pintura que me dava a certeza da existência de Deus.



Alexandre Brussolo (05/10/2009)



 
   
Comente o texto do autor. Para isso, faça seu login. Mais textos de ALEXANDRE BRUSSOLO:
A arte de amar (T2387) Autor(a):
A cada dia (T2178) Autor(a):
A cada dia (T2631) Autor(a):
A cada manhã (T1803) Autor(a):
A cada noite (T2004) Autor(a):
A casa (T2944) Autor(a):
A Derrota (T175) Autor(a):
A dor da perda (T690) Autor(a):
A dor de um poeta (T799) Autor(a):
A Era da Incerteza (R30) Autor(a):
A Estrelinha (T443) Autor(a):
A força de Deus (T1585) Autor(a):
A Gafe (T200) Autor(a):
A história se repete (T552) Autor(a):
A Imagem de Deus (T1074) Autor(a):
A Janela (T617) Autor(a):
À luz de velas (T718) Autor(a):
À mercê (T2616) Autor(a):
À Minha Vó... (T202) Autor(a):
A outra metade (T2088) Autor(a):
A poesia de cada um (T2914) Autor(a):
A presença de Deus (T1699) Autor(a):
A Princesa (T1766) Autor(a):
A Princesa (T311) Autor(a):
À Procura do Caminho Certo (T25) Autor(a):
A saudade dói (T1747) Autor(a):
A seu lado (T2157) Autor(a):
À sua procura (T2214) Autor(a):
A tal felicidade (T2840) Autor(a):
A Taturana Ana (T238) Autor(a):