ZILDO GALLO

 -  - ZILDO GALLO
Total Visualizações: 33624
Texto mais lido:
BEIJA-FLOR - Total: 415
Educares são nossos pontos, nossa pontuação! Educares: 1093
10 Autores mais recentes...
JOSÉ ROBERTO DA SILVA
VALDINEI DA SILVA CAMPOS
MILTON JORGE DA SILVA
CELSO GABRIEL DE TOLEDO E SILVA
MARIA DE SOUZA CEZAR
EVERALDO JOSÉ CAVALHEIRO PAVÃO
JOSE JOÃO BOSCO PEREIRA
RUAN VIEIRA
FERNANDO DANIEL FRANCO DE CAMARGO
ELIAS OLIVEIRA DE JESUS
10 Autores mais lidos...
613 SEDNAN MOURA
SEDNAN MOURA
Total: 1476278
285 ALEXANDRE BRUSSOLO
ALEXANDRE BRUSSOLO
Total: 250211
190 DIRCEU DETROZ
DIRCEU DETROZ
Total: 124993
272 PEDRO VONO
PEDRO VONO
Total: 112259
1121 THALYA SANTOS
THALYA SANTOS
Total: 91163
622 EVANDRO JORGE DO ESPIRITO SANTO
EVANDRO JORGE DO ESPIRITO SANTO
Total: 55088
218 ZILDO GALLO
ZILDO GALLO
Total: 33624
496 ALBERTO DOS ANJOS COSTA
ALBERTO DOS ANJOS COSTA
Total: 31529
189 LADISLAU FLORIANO
LADISLAU FLORIANO
Total: 30388
385 ANDRADE JORGE
ANDRADE JORGE
Total: 25948
Sala de Leitura
Busca Geral:
Nome/login (Autor)
Título
Texto TituloTexto



Total de visualização: 36
Textos & Poesias
Imprimir

Total Votos: 0
DICA: Utilize o botão COMPARTILHAR (do facebook em azul) ou o LINK CURTO que disponibilizamos logo abaixo desse botão para compartilhar seu TALENTO nas Redes Sociais, compartilhando com mais fãs e leitores de toda parte do Mundo Virtual. Esse recurso foi desenvolvido para ajudar na divulgação de seus textos. USE SEMPRE QUE DESEJAR!
  Anote esse link curto de seu texto e divulgue nas redes sociais.

LIBERDADE, IGUALDADE E FRATERNIDADE EM 2019


*** Faça o seu Login e envie esse texto por email ***

Para o ano de 2019, desejo a todos os meus leitores e leitoras o mesmo que desejei em 2018, 2017 e 2016, a concretização dos ideais interrompidos (no meu modo de ver) da Revolução Francesa (1789-1799), que conseguiu resumir em apenas três palavras (liberdade, igualdade e fraternidade) as condições necessárias à realização de uma vida digna e próspera para todos os cidadãos do planeta, não só para os cidadãos franceses. Assim, repito o artigo publicado nos dois anos anteriores.

A LIBERDADE é essencial ao desenvolvimento do potencial de cada indivíduo, todos os seres humanos precisam de liberdade, indistintamente. Se tem algo que limita a liberdade, este algo é a pobreza; ela dificulta o aprendizado (escola e cultura), a saúde (alimentação e cuidados sanitários) e a locomoção (o direito de ir e vir), que são essenciais ao bem-estar e à realização do espírito. No atual momento da humanidade, a pobreza extrema é muito grande e, ao mesmo tempo, a riqueza concentra-se de forma nunca dantes vista. O fosso entre ricos e pobres alargou-se no pós-guerra e continua nesta mesma dinâmica nos dias de hoje.

Para que a liberdade alargue os seus horizontes, é preciso desconcentrar a renda e eliminar a pobreza. É necessário diminuir as diferenças sociais e aumentar a IGUALDADE. Quanto mais igual mais livre é a sociedade, pois a liberdade é necessária a todos e não só para os que controlam as riquezas. Todos os seres humanos são iguais, independente da raça, da classe social, do gênero, da religião etc. Assim, a igualdade pressupõe a inexistência de qualquer tipo de segregação e preconceito, pois eles diminuem a LIBERDADE e impedem a FRATERNIDADE.

Por sua vez, a FRATERNIDADE é essencial à LIBERDADE e à IGUALDADE, já que ela se assenta na compaixão que cada ser humano precisa ter para viver em grupo, para se realizar no seu processo de humanização, pois os homens só são (tornam-se) humanos em sociedade (o homem é um animal social - Aristóteles). A FRATERNIDADE é o instrumento essencial da diminuição da pobreza e das diferenças sociais e ela precisa fazer-se presente na política, pois o homem também é um animal político (Aristóteles). Então, cabe ao Estado enquanto instância organizada e organizadora da sociedade buscar a diminuição da pobreza e a inclusão social. A sua função não é apenas garantir o funcionamento do mercado, como desejam os liberais conservadores, que olham para o mundo a partir das suas posses pessoais.

A FRATERNIDADE, a IGUALDADE e a LIBERDADE são interdependentes e iguais em valor. Não dá para pensá-las isoladamente e nem de forma particular, a partir do indivíduo, ainda que a individualidade seja um valor que deve ser preservado (a individualidade não é um valor absoluto para o indivíduo, pois, quando extremada, ela pode ferir a individualidade alheia), pois elas são valores coletivos, humanizantes, necessários à convivência pacífica e próspera da humanidade como um todo. Hoje, a humanidade passa por um momento de extremo individualismo, egoísmo mesmo, e os resultados disso estão à vista (pobreza, violência, drogas, poluição, guerras, preconceitos, intolerâncias etc.) de todos que queiram ver. A individualidade tem seu limite e ele se localiza nas fronteiras do bem-estar coletivo, caso contrário ela se torna individualismo.

LIBERTÉ EGALITÉ FRATERNITÉ - JÁ!!!!!!!

 
   
Comente o texto do autor. Para isso, faça seu login. Mais textos de ZILDO GALLO:
(RE)(IN)VOLUÇÃO: grandes almas Autor(a):
A árvore de beija-flores, o sabiá distraído, o gavião certeiro e o gambá do meu condomínio Autor(a):
A conversão de São Francisco: uma loucura divina Autor(a):
A empresa do futuro e a produção de valores sustentáveis: ou vai ou racha! Autor(a):
A FOME E O PAPEL Autor(a):
A guerra pela água: Grande São Paulo versus Região de Campinas (2015) Autor(a):
A HORA DA AVE MARIA Autor(a):
A HUMANIDADE ASSOMBRADA Autor(a):
A INCRÍVEL SAGA DO PEIXE BOTINA Autor(a):
A LUA E O MAR Autor(a):
A mamadeira de manga e o coquinho da macaúba Autor(a):
A MENINA QUE PASSAVA Autor(a):
A moralidade do mercado ou para quem o crime compensa Autor(a):
A origem mítica do nome da cidade de Atenas (Grécia): um tributo à agricultura Autor(a):
A OUTRA GUERRA Autor(a):
A POESIA (o poeta e sua sina) Autor(a):
A POESIA (o poeta e sua sina) Autor(a):
A PROCURA DO POETA Autor(a):
A riqueza e a diversidade: uma discussão sobre o valor das floresta na economia de mercado Autor(a):
A sonda New Horizons, o rebaixamento de Plutão, o rapto de Perséfone e o Tarô Mitológico Autor(a):
AFETOS ABORTADOS Autor(a):
AFIRMAÇÃO (Smithiana mão invisível) Autor(a):
ÁGUA PARA TODOS Autor(a):
ÁGUA: UM POEMA À CONSCIÊNCIA Autor(a):
ÁGUAS DE OUTUBRO (via crucis) Autor(a):
ALÉM DAS SOMBRAS DA CAVERNA Autor(a):
ANÉIS DE SATURNO Autor(a):
ANTAGONISMOS Autor(a):
AO MINEIRINHO POETA Autor(a):
ÁRVORE SECA Autor(a):