TÂNIA DU BOIS

212 -
Total Visualizações: 16552
Texto mais lido:
A ARTE DE FAZER EXISTIR O FIM - Total: 396
Educares são nossos pontos, nossa pontuação! Educares: 293
10 Autores mais recentes...
SUELEN LUIZ DE OLIVEIRA
EDENICE SANTOS DA SILVA
LUIZ CARLOS DE OLIVEIRA
DIONILDO DANTAS
VALMIR APARECIDO SAMBO
WALLACE MARINS
DEIVID
IVONE DETTMANN GONCALVES
HERBERTEEN SANTOS
DALILA DO NASCIMENTO DOS SANTOS
10 Autores mais lidos...
613 SEDNAN MOURA
SEDNAN MOURA
Total: 3555486
285 ALEXANDRE BRUSSOLO
ALEXANDRE BRUSSOLO
Total: 444164
190 DIRCEU DETROZ
DIRCEU DETROZ
Total: 420834
657 ELIO MOREIRA
ELIO MOREIRA
Total: 405464
622 EVANDRO JORGE DO ESPIRITO SANTO
EVANDRO JORGE DO ESPIRITO SANTO
Total: 220670
1121 THALYA SANTOS
THALYA SANTOS
Total: 140356
272 PEDRO VONO
PEDRO VONO
Total: 127488
218 ZILDO GALLO
ZILDO GALLO
Total: 64964
496 ALBERTO DOS ANJOS COSTA
ALBERTO DOS ANJOS COSTA
Total: 55900
189 LADISLAU FLORIANO
LADISLAU FLORIANO
Total: 55073
Sala de Leitura
Busca Geral:
Nome/login (Autor)
Título
Texto TituloTexto



Total de visualização: 165
Textos & Poesias
Imprimir

Total Votos: 0
DICA: Utilize o botão COMPARTILHAR (do facebook em azul) ou o LINK CURTO que disponibilizamos logo abaixo desse botão para compartilhar seu TALENTO nas Redes Sociais, compartilhando com mais fãs e leitores de toda parte do Mundo Virtual. Esse recurso foi desenvolvido para ajudar na divulgação de seus textos. USE SEMPRE QUE DESEJAR!
  Anote esse link curto de seu texto e divulgue nas redes sociais.

ATRÁS DA NOITE


*** Faça o seu Login e envie esse texto por email ***

Ferreira Gullar pergunta, “o que está por detrás da noite?” De fato, é uma questão complexa, que pode se tornar simples se refletirmos com o coração, porque com certeza procuramos a luz na noite. Buscamos a luz para aceitar a espera, como demonstra Pedro Du Bois, “A luz / o esperado encontro com a visão //... avistado / iluminado / no instante exato / em que a razão / cede ao impulso...”
Entre a luz e a alucinação colhemos a ausência do mistério nos desvãos das portas. Nessa ausência esquecemos as estrelas que brilham sobre o mar e nos levam a aflorar o silêncio da Lua, na procura pela luz. Alice Farias retrata, “sou parte / sou todo... // Não estou pronta / Procuro na luz / Me acho na sombra”.
Por detrás da noite cintila a Lua mostrando a sua beleza ao se envolver com o vento que ao deslizar reflete o amor; como em Carmen Presotto, “... Nua de carne / com lágrimas impuras / brinco com as estrelas / anoiteço...”
À noite o canto é a subsistência do grito crescente sobre o olhar obscuro em imagens possuídas de sentimentos, como revela Clauder Arcanjo, “fez-se mais escuro – Era noite? Antes desprezado, um raio de sol pôs para fora seu olho santo, sendo saudado pelas aleluias dos corações nevados. Enfim, uma luz”.
Conhecemos o que há por detrás da noite? Seriam disfarces de nós mesmos, ou a entrega por sabermos: alucinação? Por detrás da noite revelamos o que não fomos e nem somos. Ainda, alterarmos a verdade nos tons de luz ou em sua falta, pois,não há glória nos esperando, mas, o coração das pessoas no ouvir o grito em cores brilhantes e marcar a distância entre a espera pela luz e as palavras. Carmen Presotto reflete, “... corpos fantasmas / partidos tempos / em preto e branco / saem e gritam / na manhã...”
Esperamos que, por detrás da noite, a alucinação garanta a permanência na Lua que se apresenta precária e desamparada nos anúncios luminosos do poema, da música e do amor, porque a expectativa é de que a noite disfarça os brilhos e torna todos iguais – daí a expressão de que “todos os gatos são pardos”. Todos somos acrobatas na própria existência e propícios a sermos consumidos pelas luzes do cotidiano, na convivência e na palavra. Clauder Arcanjo descreve, “... Como dormir não conseguiria, e esquecer não mais queria, chamou a Noite, fazendo um triplo – solitário amor: ele, a Noite e a Melancolia”.
A “amante” por atrás da noite faz e desfaz espaços onde há engano no brilho dos cristais incendiando nossas vidas. Para Ferreira Gullar, “O brilho é vil; / aprenderás a mastigar o teu coração, tu mesma”.
Parto da premissa que podemos ampliar o significado da noite para lidarmos com a espera, como desafio que nos remete ao conceito do “diferente” no dar sentido ao que desejamos encontrar e conquistar para alimentar o pensamento. Nas palavras de Clauder Arcanjo, “A noite suspirava, dolorosa, por entre as fímbrias da madrugada. E a cidade a sonhar com o milagre de outra vida...”.

 
   
Comente o texto do autor. Para isso, faça seu login. Mais textos de TÂNIA DU BOIS:
100 ANOS?!?! Autor(a):
A arte da Escolha Autor(a):
A arte da SIMPLIFICAÇÃO e a beleza da SIMPLICIDADE Autor(a):
A ARTE DE FAZER EXISTIR O FIM Autor(a):
A ARTE DE FAZER EXISTIR O FIM Autor(a):
A BUSCA da BELEZA Autor(a):
A CARTA Autor(a):
A casa Autor(a):
A CIDADE Autor(a):
A COR do INVISÍVEL ( II ) Autor(a):
A COR do INVISÍVEL (I) Autor(a):
A IMAGINAÇÃO É SUFICIENTE PARA DESCREVER O MUNDO? Autor(a):
A INTENÇÃO E O FEITO Autor(a):
A LINGUAGEM da DIFERENÇA Autor(a):
A LINGUAGEM da DIFERENÇA Autor(a):
AFETIVIDADE e EFETIVIDADE: torna real a relação? Autor(a):
AGONIA Autor(a):
AMORES versus HORAS Autor(a):
ARROGÂNCIA ou IGNORÂNCIA Autor(a):
ARTE: Discussão Literária Autor(a):
ARTE: VOCAÇÃO E PAIXÃO Autor(a):
AS APARÊNCIAS ENGANAM Autor(a):
AS MÃOS Autor(a):
ATRÁS DA NOITE Autor(a):
AUTÓGRAFOS Autor(a):
AVESSO A MÁS NOTÍCIAS Autor(a):
BANDIDA MALDADE Autor(a):
BOM COMPORTAMENTO Autor(a):
CARLOS PESSOA ROSA, em palavras Autor(a):
CASSINO DA MAROCA Autor(a):
Banner aniversariantes

Aniversário Hoje

Aniversariante de Hoje ALCINA MARIA SILVA AZEVEDO
Aniversariante de Hoje DORI AMÉRICO