ALBERTO DOS ANJOS COSTA

 -  - ALBERTO DOS
Total Visualizações: 25057
Texto mais lido:
Agradecimentos! - Total: 358
Educares são nossos pontos, nossa pontuação! Educares: 929
10 Autores mais recentes...
SALETI HARTMANN
ELIZABETH PEREIRA DA SILVA
ELLENDRA VALENTINE
ONIVAN BARBOSA PANTOJA
ADALTO FREITAS
PERGENTINO JUNIOR
MARIA DO SOCORRO DOMINGOS
PAOLA CAMILA DOS SANTOS ESQUIVEL
SALETE APARECIDA DOS SANTOS
TAMARA SCARLAT PEREIRA DE SOUZA
10 Autores mais lidos...
613 SEDNAN MOURA
SEDNAN MOURA
Total: 1041641
285 ALEXANDRE BRUSSOLO
ALEXANDRE BRUSSOLO
Total: 202427
272 PEDRO VONO
PEDRO VONO
Total: 109008
1121 THALYA SANTOS
THALYA SANTOS
Total: 74194
190 DIRCEU DETROZ
DIRCEU DETROZ
Total: 60440
622 EVANDRO JORGE DO ESPIRITO SANTO
EVANDRO JORGE DO ESPIRITO SANTO
Total: 37111
496 ALBERTO DOS ANJOS COSTA
ALBERTO DOS ANJOS COSTA
Total: 25057
218 ZILDO GALLO
ZILDO GALLO
Total: 23735
189 LADISLAU FLORIANO
LADISLAU FLORIANO
Total: 22539
385 ANDRADE JORGE
ANDRADE JORGE
Total: 21301
Sala de Leitura
Busca Geral:
Nome/login (Autor)
Título
Texto TituloTexto



Total de visualização: 88
Textos & Poesias
Imprimir

Total Votos: 0
DICA: Utilize o botão COMPARTILHAR (do facebook em azul) ou o LINK CURTO que disponibilizamos logo abaixo desse botão para compartilhar seu TALENTO nas Redes Sociais, compartilhando com mais fãs e leitores de toda parte do Mundo Virtual. Esse recurso foi desenvolvido para ajudar na divulgação de seus textos. USE SEMPRE QUE DESEJAR!
  Anote esse link curto de seu texto e divulgue nas redes sociais.

Asilo Inviolável


*** Faça o seu Login e envie esse texto por email ***

Nos arranha-céus, inscrutados de concreto,
armaduras frígidas, a guarnecer a proteção,
compartimento exíguo, diminuto, sem céu aberto,
abrigo lúdico, descomprazente em emersão.

Vidas se moldando ao espaço incongruente,
direcionando o acreditar, num porvir diferente,
com sonhos valorizados pela realidade vivenciada,
em casa bem ampla, bonita, com piscina integrada.

Asilo inviolável, amado e sem privação,
suas luzes são vagalumes, à saltitar na escuridão,
dividindo o viver, por andares, por camadas,
fantasias lado a lado, sendo embaralhadas,
mesmo assim, sendo querido, com muita afeição,
pois, muitos estão sem tetos, e vivem em aflição.

 
   
Comente o texto do autor. Para isso, faça seu login. Mais textos de ALBERTO DOS ANJOS COSTA:
A Idade da Inocência Autor(a):
A noite Autor(a):
A Outra Autor(a):
Abnegação Materna Autor(a):
Aborto Negligenciado Autor(a):
Acordes Autor(a):
Adolescência Autor(a):
Afetuosa Amizade Autor(a):
Agradecimentos! Autor(a):
Agrado Autor(a):
Agravo Autor(a):
AIDS Autor(a):
Alberto dos Anjos Costa Autor(a):
Aliança Autor(a):
Alienação Autor(a):
Alma Santa Autor(a):
Alquimia do Amor Autor(a):
Alternâncias Autor(a):
Altivos Monumentos Autor(a):
Alvo Sentenciar Autor(a):
Amigo Especial Autor(a):
Amigos Autor(a):
Amizade Autor(a):
Amor Autor(a):
Amor Proibido Autor(a):
Amor Proibido Autor(a):
Amor sem Registro Autor(a):
Aniversariante Autor(a):
Anjos Autor(a):
Anjos Rebeldes Autor(a):