ANDRÉ SOSKA

 -  - ANDRÉ SOSKA
Total Visualizações: 19193
Texto mais lido:
Culpados - Total: 247
Educares são nossos pontos, nossa pontuação! Educares: 2015
10 Autores mais recentes...
JUAN CARLOS
DARLAN BEZERRA PILAR
JOSÉ ROBERTO DA SILVA
VALDINEI DA SILVA CAMPOS
JOSÉ MARIA AMARANTO
MILTON JORGE DA SILVA
CELSO GABRIEL DE TOLEDO E SILVA
MARIA DE SOUZA CEZAR
EVERALDO JOSÉ CAVALHEIRO PAVÃO
JOSE JOÃO BOSCO PEREIRA
10 Autores mais lidos...
613 SEDNAN MOURA
SEDNAN MOURA
Total: 1660141
285 ALEXANDRE BRUSSOLO
ALEXANDRE BRUSSOLO
Total: 265533
190 DIRCEU DETROZ
DIRCEU DETROZ
Total: 140718
272 PEDRO VONO
PEDRO VONO
Total: 113591
1121 THALYA SANTOS
THALYA SANTOS
Total: 96355
622 EVANDRO JORGE DO ESPIRITO SANTO
EVANDRO JORGE DO ESPIRITO SANTO
Total: 65098
218 ZILDO GALLO
ZILDO GALLO
Total: 36737
496 ALBERTO DOS ANJOS COSTA
ALBERTO DOS ANJOS COSTA
Total: 33799
189 LADISLAU FLORIANO
LADISLAU FLORIANO
Total: 33363
657 ELIO MOREIRA
ELIO MOREIRA
Total: 32819
Sala de Leitura
Busca Geral:
Nome/login (Autor)
Título
Texto TituloTexto



Total de visualização: 214
Textos & Poesias
Imprimir

Total Votos: 0
DICA: Utilize o botão COMPARTILHAR (do facebook em azul) ou o LINK CURTO que disponibilizamos logo abaixo desse botão para compartilhar seu TALENTO nas Redes Sociais, compartilhando com mais fãs e leitores de toda parte do Mundo Virtual. Esse recurso foi desenvolvido para ajudar na divulgação de seus textos. USE SEMPRE QUE DESEJAR!
  Anote esse link curto de seu texto e divulgue nas redes sociais.

Cem Por Cento


*** Faça o seu Login e envie esse texto por email ***

Eu não sou feito de ferro, muito menos de aço
Há chance de erros em tudo o que eu faço
Não espere que eu seja perfeito, não é da minha natureza
Eu posso errar, tenho esse direito, vivo em constante incerteza
Dentro de mim o sangue corre, no meu peito bate um coração
Não são engrenagens que me empurram em uma determinada direção
Nem sempre sou tão lógico, meus pensamentos não são programados
Há chance de falhas em todos os meus atos.

Me cobram que eu acerte sempre cem por cento
Querem que eu seja uma máquina sem sentimento
Me obrigam a buscar a todo instante a perfeição
Mas eu sou de carne e osso, também caio no chão
Me cobram para que eu faça tudo sempre certo
Nem sempre o que eu faço chega assim tão perto
Parecem querer me robotizar, querem me controlar
Mas, eu também sangro se me cortar.

Eu jamais serei perfeito, ninguém alcança tamanho patamar
Eu posso dar o meu melhor, mas em algum momento vou errar
Cem por cento nem sempre é possível, mas eu posso tentar
Sou humano, eu também respiro, nem sempre consigo acertar.

 
   
Comente o texto do autor. Para isso, faça seu login. Mais textos de ANDRÉ SOSKA:
A Beleza Autor(a):
A Culpa é de Quem? Autor(a):
A Luz, a Vida e a Verdade Autor(a):
A Vida Autor(a):
A Vida é Curta Demais Autor(a):
A Vida é Uma Só Autor(a):
Agora! Autor(a):
Amor Autor(a):
Amor Infinito Autor(a):
Artificial Autor(a):
Basta Confiar Autor(a):
Cabeça Erguida Autor(a):
Cada Lágrima Autor(a):
Caos e Concreto Autor(a):
Cara à Tapa Autor(a):
Cem Por Cento Autor(a):
Cinza Autor(a):
Complicar Autor(a):
Comprar, Comprar, Comprar Autor(a):
Compreensão Autor(a):
Concreto Autor(a):
Condizente Autor(a):
Consciência Autor(a):
Construir Autor(a):
Continue Lutando Autor(a):
Controle Autor(a):
Correndo Demais Autor(a):
Cristalino Autor(a):
Culpados Autor(a):
Daqui Para Frente! Autor(a):