DIRCEU DETROZ

 -  - DIRCEU DETROZ
Total Visualizações: 78799
Texto mais lido:
BAILARINA - Total: 387
Educares são nossos pontos, nossa pontuação! Educares: 1435
10 Autores mais recentes...
HILTON MARCOS DE OLIVEIRA
WAGNER PAULON
GISELE NEGRO DE LIMA
ALEXANDRE DORNELES DE BRITO PINNA
SALETI HARTMANN
ELIZABETH PEREIRA DA SILVA
ELLENDRA VALENTINE
ONIVAN BARBOSA PANTOJA
THALLES CAKAN
ADALTO FREITAS
10 Autores mais lidos...
613 SEDNAN MOURA
SEDNAN MOURA
Total: 1201522
285 ALEXANDRE BRUSSOLO
ALEXANDRE BRUSSOLO
Total: 226049
272 PEDRO VONO
PEDRO VONO
Total: 110016
1121 THALYA SANTOS
THALYA SANTOS
Total: 80142
190 DIRCEU DETROZ
DIRCEU DETROZ
Total: 78799
622 EVANDRO JORGE DO ESPIRITO SANTO
EVANDRO JORGE DO ESPIRITO SANTO
Total: 43188
218 ZILDO GALLO
ZILDO GALLO
Total: 28284
496 ALBERTO DOS ANJOS COSTA
ALBERTO DOS ANJOS COSTA
Total: 27735
189 LADISLAU FLORIANO
LADISLAU FLORIANO
Total: 25615
385 ANDRADE JORGE
ANDRADE JORGE
Total: 23129
Sala de Leitura
Busca Geral:
Nome/login (Autor)
Título
Texto TituloTexto



Total de visualização: 139
Textos & Poesias
Imprimir

Total Votos: 0
DICA: Utilize o botão COMPARTILHAR (do facebook em azul) ou o LINK CURTO que disponibilizamos logo abaixo desse botão para compartilhar seu TALENTO nas Redes Sociais, compartilhando com mais fãs e leitores de toda parte do Mundo Virtual. Esse recurso foi desenvolvido para ajudar na divulgação de seus textos. USE SEMPRE QUE DESEJAR!
  Anote esse link curto de seu texto e divulgue nas redes sociais.

UTOPIA CÓSMICA


*** Faça o seu Login e envie esse texto por email ***

De uns tempos para cá, a mídia vem noticiando a descoberta de planetas parecidos com o nosso orbitando outras estrelas. Com belas ilustrações, essas notícias possuem o poder da ficção. Parece que estes planetas estão ali, a um palmo dos nossos olhos. A realidade é diferente.

Eles estão muito distantes de nós. Alguns nem foram observados. Apenas se supõe que estejam lá. Se ainda não temos tecnologia para vê-los com nitidez, e deixando de lado o artifício das ilustrações, imaginem então como faríamos para chegar até eles, precisando fazê-lo digamos no próximo milênio.

Os primeiros obstáculos são a nossa limitação de velocidade, e as distâncias cósmicas. Para se ter uma ideia, as naves espaciais mais rápidas criadas até agora são as “Voyager 1 e 2”. Elas alcançam uma velocidade média de 16 km/s.

Acho que ninguém no planeta tem a noção do que seria viajar 100 km em apenas seis segundos, já que a velocidade supersônica atinge 343 m/s.

Se a velocidade das “Voyager” espanta, tem distâncias cósmicas que espantam muito mais. Basta dizer que depois de quase quarenta anos viajando, elas ainda não atingiram nem 10% da distância equivalente a um ano-luz. Sabendo que a estrela mais próxima está a 4,2 anos-luz de nós, simplificando, nem saíram do nosso quintal.

A pergunta sempre é: Chegaremos perto da ficção quanto se trata de viagens espaciais? Se a resposta for afirmativa, cabem outras três perguntas: Em quanto tempo? Será que teremos todo esse tempo. E como nosso corpo reagiria a tais velocidades?

Na série de TV, ou nos filmes “Jornadas nas Estrelas” são comuns ouvir o termo “dobra de velocidade”. Numa escala que encontrei na Wikipédia, se o capitão Kirk pedisse uma “dobra seis” a nave “USS Enterprise”, viajaria a 392 vezes a velocidade da luz. Atirando a Teoria da Relatividade no lixo.

Eu não fico extasiado com notícias extraordinárias de novos planetas que poderiam nos abrigar no futuro. Com nossas limitações e diferenças como Seres Humanos, ficaremos aqui até o fim. Por brincadeira alguém imagina palmeirenses e corintianos, católicos e crentes, ou árabes e judeus, numa mesma nave? Nunca chegariam vivos ao destino.

Prefiro pensar em quem sou eu, e por que estou aqui. Um Deus ou Darwin? Ou ainda uma terceira via teoricamente possível. Com um pouco de sorte, poderíamos ser os melhores genes salvos num tubo de ensaio, por alguma raça extraterrestre extinta.

Sem essa sorte toda, seriamos apenas descartes de alguma experiência malsucedida, que alguém para não destruir, jogou aqui por piedade. Depois deletou a rota do GPS.

 
   
Comente o texto do autor. Para isso, faça seu login. Mais textos de DIRCEU DETROZ:
A "IA" NÃO SERÁ UM MENINO BONITO Autor(a):
A ALMA A SINGULARIDADE E O FUTURO Autor(a):
A CHEGADA Autor(a):
A EQUAÇÃO DA ALMA Autor(a):
À ESPREITA Autor(a):
A INDUSTRIA GENÉTICA NÃO É FICÇÃO Autor(a):
A INFÂNCIA DOS LIVROS Autor(a):
A LIZZ DO DIR Autor(a):
A MENINA NA JANELA Autor(a):
A NOITE DE ONTEM Autor(a):
A NOSSA IDADE DAS TREVAS Autor(a):
A NOSSA LÍNGUA PORTUGUESA Autor(a):
A OBRA-PRIMA DO PERDÃO Autor(a):
A REALIDADE E A FICÇÃO Autor(a):
A SENHA Autor(a):
A SENHA Autor(a):
A UTOPIA CÓSMICA Autor(a):
A VAGINA DO PICASSO (Um conto nada intelectual) Autor(a):
A VARIÁVEL ESQUECIDA Autor(a):
A VARIÁVEL HUMANA Autor(a):
A VEZ DAS CIGARRAS Autor(a):
A VEZ DAS CIGARRAS Autor(a):
A VIDA PREGA PEÇAS Autor(a):
A VISITA Autor(a):
A VISITA DO APOPHIS Autor(a):
AÇÃO Autor(a):
AFOGAMENTO Autor(a):
AFOGAMENTO Autor(a):
AGARRAR Autor(a):
AINDA É ELA Autor(a):