MARIA HILDA DE J. ALÃO

 -  - MARIA HILDA
Total Visualizações: 15763
Texto mais lido:
BRINCANDO COM PALAVRAS INVERTIDAS - Total: 1050
Educares são nossos pontos, nossa pontuação! Educares: 187
10 Autores mais recentes...
MAXIMILIANO SKOL
WILLIAN DE CAMPOS
ELIZANDRA GOMES
ERNI OLIVEIRA
LOHAYNE FERNANDA RODRIGUES PEDRO
TÂNIA REGINA BRAGA TORREÃO SÁ
JOÃO HENRIQUE DE SOUZA
SUZE MARTINS FRANCO MONTEIRO
HEITOR MENDES
HEITOR ABREU VIEIRA MENDES
10 Autores mais lidos...
613 SEDNAN MOURA
SEDNAN MOURA
Total: 7709534
657 ELIO MOREIRA
ELIO MOREIRA
Total: 1723044
285 ALEXANDRE BRUSSOLO
ALEXANDRE BRUSSOLO
Total: 1204134
190 DIRCEU DETROZ
DIRCEU DETROZ
Total: 938099
622 SANTO VANDINHO
SANTO VANDINHO
Total: 589914
1121 THALYA SANTOS
THALYA SANTOS
Total: 291498
272 PEDRO VONO
PEDRO VONO
Total: 163093
218 ZILDO GALLO
ZILDO GALLO
Total: 158350
496 ALBERTO DOS ANJOS COSTA
ALBERTO DOS ANJOS COSTA
Total: 151549
189 LADISLAU FLORIANO
LADISLAU FLORIANO
Total: 133446
Sala de Leitura
Busca Geral:
Nome/login (Autor)
Título
Texto TituloTexto



Total de visualização: 15
Textos & Poesias
Imprimir

Total Votos: 0
 
 

O CORDEL DO DENTE DE LEITE

Pedrinho era um menino
Filho de Maria e Firmino,
Tinha maravilhosa saúde
Ser obediente era sua virtude.

Jogava bola, corria muito,
E era o seu grande intuito
Vencer seu belo cão pastor
Por quem tinha muito amor.

Sentado no chão de terra batida
Ele pensava que numa subida
Venceria o esperto Adamastor
Aquele esbelto cão pastor.

Outras vezes sentado no balanço
Se via gritando: corre que eu lanço!
A bola nova do irmão mais velho
Pedindo aos santos do evangelho

Proteção para que a bola linda
Não virasse, no meio da berlinda,
Uma carcaça de couro triturado
Pelos dentes do cão habituado

A ganhar sempre do pequeno.
Um dia, brincando ao sereno,
Sentiu balançar um dentinho.
Gritou desesperado Pedrinho:

Corre mamãe vou perder um dente!
Disse a mãe, criatura tão paciente:
Perder dente nessa idade é natural
Com um puxão eu resolvo esse mal.

Pedrinho esperneou, chorou de medo:
No meu dente ninguém põe um dedo.
O pai disse com calma e diplomacia:
Filho, eu quero ver no seu rosto alegria,

Vou levá-lo ao senhor dentista
Em resolver problema um especialista.
Chegando os dois à grande sala de espera,
Foram recebidos pela assistente Vera.

Choramingando Pedrinho dizia:
Essa dor será a grande agonia,
Não quero tirar meu dentinho,
Pois ficará na boca um buraquinho.

Foi aí que aquele esperto dentista
Dando uma de grande artista
Mostrou ao menino a figura de um bicho.
Tentando vencer aquele capricho.

Sabes que bicho é este aqui na figura?
Pedrinho respondeu com toda candura:
Sim. É um grande elefante dentuço.
Sei, pois a revista do meu irmão eu fuço.

Sorrindo o dentista na parede afixou
A figura do elefante e perguntou:
Sabes por que ele tem dentes grandes?
Não. Pergunte ao meu irmão Alexandre.

O elefante não quis tirar o dente que balançava
Como você ele gritava e aos santos clamava:
Não posso perder meu dentinho
Pois na boca não quero um buraquinho.

Contando a história o boticão preparava
E ao menino interessado ele perguntava:
Queres ter dentes iguais aos do elefante?
Não. Respondeu Pedrinho balbuciante.

Então abra essa bela boquinha
Que eu quero dar uma espiadinha.
Boca aberta e o boticão na mão
Lá se foi o dentinho num safanão.

E foi assim que história terminou
Do menino que um dia acreditou
Que o elefante tem dente comprido
Por não ter tirado o dente amolecido.

(Maria Hilda de J. Alão)

27/12/17

(Histórias que contava para o meu neto)

 
   
Comente o texto do autor. Para isso, faça seu login. Mais textos de MARIA HILDA DE J. ALÃO:
A APOSTA Autor(a):
A BONECA ZAROLHA Autor(a):
A BRINCADEIRA DAS LETRINHAS (história) Autor(a):
A CARTA SOBRE A CAMA Autor(a):
A FESTA DO LEÃO (cordel infantil) Autor(a):
A FORMIGA E O COELHO Autor(a):
A GALINHA AMARELA Autor(a):
A GIRAFA LINGUARUDA Autor(a):
A GIRAFA LINGUARUDA (cordel) Autor(a):
A MENINA E A BONECA Autor(a):
À PROCURA DA POESIA Autor(a):
A RAPOSA VIDENTE (cordel infantil) Autor(a):
ALGUM DIA EU TE DIREI. Autor(a):
BRIGA DE GATO GRANDE (cordel infantil) Autor(a):
BRINCANDO COM A CACOFONIA Autor(a):
BRINCANDO COM O NÚMERO CINCO Autor(a):
BRINCANDO COM O NÚMERO TRÊS (poesia) Autor(a):
BRINCANDO COM PALAVRAS INVERTIDAS Autor(a):
CARNAVAL NA FLORESTA Autor(a):
CIDADE DOS PATOS (cordel infantil) Autor(a):
CONCERTO PARA UMA FORMIGA Autor(a):
CRIANÇA POETA Autor(a):
CRIANÇA POETA Autor(a):
DEIXA-ME FICAR MAIS UM POUCO Autor(a):
DOM RATÃO NA MANSÃO Autor(a):
DOM RATÃO NÃO GOSTA DE PÃO Autor(a):
DONA CORUJA SABICHONA (cordel infantil) Autor(a):
INVASÃO DA FORTALEZA Autor(a):
MARIA DA GRAÇA Autor(a):
MEU CACHORRO TOTÓ (poesia) Autor(a):
Banner aniversariantes

Aniversário Hoje

Aniversariante de Hoje IEDA MARCONDES
Aniversariante de Hoje MARIA NAZARETH BIZUTTI