MARCELO GOMES MELO

 -  - MARCELO GOMES
Total Visualizações: 19133
Texto mais lido:
Aula de português 1º ano Ensino Médio - Tipos textuais - Questionário - Total: 272
Educares são nossos pontos, nossa pontuação! Educares: 1262
10 Autores mais recentes...
SIDNAIDE DALINA DOS SANTOS
JOSE HENRIQUE SANTOS
ELIZANDRO APARECIDO ROCHA DOS SANTOS
MARIA DE LOURDES ALVES RIBEIRO FIDELES
FELIPE RAFAEL DOS SANTOS
MARIA EDUARDA BARBOSA CASTRO
ALCILEIA
LARA FÁBIA SCHUNCK
EMILLY SCHWAMBACH UHL
WESLAYNE HOLLUNDER PESSOA
10 Autores mais lidos...
613 SEDNAN MOURA
SEDNAN MOURA
Total: 5314899
657 ELIO MOREIRA
ELIO MOREIRA
Total: 1013619
285 ALEXANDRE BRUSSOLO
ALEXANDRE BRUSSOLO
Total: 813494
190 DIRCEU DETROZ
DIRCEU DETROZ
Total: 755158
622 SANTO VANDINHO
SANTO VANDINHO
Total: 418993
1121 THALYA SANTOS
THALYA SANTOS
Total: 216276
272 PEDRO VONO
PEDRO VONO
Total: 144491
218 ZILDO GALLO
ZILDO GALLO
Total: 111379
496 ALBERTO DOS ANJOS COSTA
ALBERTO DOS ANJOS COSTA
Total: 102686
189 LADISLAU FLORIANO
LADISLAU FLORIANO
Total: 93778
Sala de Leitura
Busca Geral:
Nome/login (Autor)
Título
Texto TituloTexto



Total de visualização: 4
Textos & Poesias
Imprimir

Total Votos: 0
 
 

Corrida de trator

- Vamos.
- Não.
- Ah, vamos! Lá nós bebemos alguma coisa...
- Eu não bebo, esqueceu?
- Um guaraná! Nós bebemos um guaraná, ficamos confortáveis e iremos garantir a diversão por, pelo menos quatro horas.
- Não adianta, já disse que eu não vou. Não é não.
- Eu sei que não é não, talvez é sim, e sim é sim! Como é um programa legal e nós somos namorados, e não meros ficantes, estou insistindo. Peço perdão. Não convidarei mais.
- A que horas?
- A que horas o quê?
- Você quer ir. A que horas?
- Começa às 13h00. E eu não quero ir sozinho. E muito menos acompanhado por dó.
- Não é dó. Somos namorados, você tem razão. Só não quero ficar toda lambuzada. Voltar para casa toda lambuzada.
- Se for esse o problema, não se preocupe! Todos os casais que vão acabam lambuzados. E todos dão um jeito. A diversão é garantida. Tem música, tem vídeo para despertar os sentidos antes do começo da maratona...
- Maratona?
- O bicho é bruto, garota, não se engane. A resistência é o primeiro requisito. Habilidade também. Acelerar na hora certa do final...
- Você parece ser experiente nisso, hein?
- Modéstia à parte, sim. Só não lhe levei antes por constrangimento. Você recusar e me deixar frustrado. Na família nós fomos incentivados a começar cedo e virou tradição. Era uma outra época.
- Agora eu quero ir! Você despertou a curiosidade; e se vamos ficar juntos por muito tempo, em algum momento terei que estrear.
- Assim é que se fala, meu amor! Vamos, que preciso comprar os tickets e garantir um lugar legal. Dias como hoje tem até espera!
- Tenho que ir em casa trocar de roupa!
- Não se preocupe, bobinha, está vestida do jeito certo. Esse vestidinho sexy lhe deixa ainda mais maravilhosa.
E então foram. O lugar era privilegiado. Um morro perto da rua de terra cheia de buracos enlameados, chuva fina e persistente, muitos casais excitados, com as preferências pessoais.
Ali de onde estavam eles veriam tudo, ouviriam o ronco persistente, os guinchos esganiçados e barulhos de marchas sendo trocadas com violência. Começou pontualmente. Um apito estridente, bandeirada e... A corrida de tratores começou. A vibração era enorme, a gritaria incessante, a torcida fiel aos seus tratores preferidos. A lama espirrava em direção à plateia, que ficava imunda e feliz.
Uma hora e meia depois de ultrapassagens, luta e tratores fora da corrida, o vencedor cruzou a linha e comemorou efusivamente ao erguer o troféu.
Para a torcida qualquer um que fosse vitorioso seria louvado e aplaudido. O importante era estar posicionado no lugar certo, que era a entrada da única trilha que dava em uma rua de terra, cercada por matagal que dava para um prédio na outra esquina, pequeno e simples com uma placa enorme piscando em luzes vermelhas: “Motel, há vagas. Quartos com chuveiro, água quente”.
- Vamos, vamos! Precisamos chegar a tempo de conseguir um quarto!
- O quê?!
- Não vai querer voltar para casa assim, vai? Só tem aquele lugar discreto para tomarmos um banho. E eles ainda lavam, secam e passam as roupas. Em quatro horas! Vamos!
E saiu correndo com ela, de mãos dadas, arrastando-a para serem um dos primeiros casais a adquirir um quarto. Grande corrida de tratores! O resto era história.

Marcelo Gomes Melo

 
   
Comente o texto do autor. Para isso, faça seu login. Mais textos de MARCELO GOMES MELO:
A arte de comunicar (se) Autor(a):
A assimetria do amor Autor(a):
A destruição de tudo como conhecemos Autor(a):
A escola que temos e a escolaque queremos Autor(a):
A falácia do amor incondicional Autor(a):
A forma como as aparências enganam Autor(a):
A história da minha vida Autor(a):
A imortal sinfonia Autor(a):
A influência psicológica para o bem e para o mal Autor(a):
A Ira Autor(a):
A Jesus Cristo nosso Senhor Autor(a):
A maneira mais eficiente de estudar Autor(a):
A misteriosa dubiedade do outono Autor(a):
A musa (Doído de amor) Autor(a):
A namorada - The girlfriend Autor(a):
A pobre vida Autor(a):
À procura de mim Autor(a):
A razão das dores alheias Autor(a):
Absolvição Autor(a):
Agindo contra o bullying Autor(a):
Almas perdidas, corpos abandonados Autor(a):
Amor inviolável Autor(a):
Analista do futuro. Missão: penetração suave Autor(a):
Antes da escuridão e do recomeço Autor(a):
Aos que nunca foram abençoados com o amor Autor(a):
Apenas pílulas do que virá Autor(a):
Aquela mão quentinha e macia para segurar Autor(a):
As mulheres que controlam o mundo Autor(a):
Assombrando castelos na escuridão do pensamento Autor(a):
Até que ponto a poluição sonora pode incomodar Autor(a):
Banner aniversariantes

Aniversário Hoje

Aniversariante de Hoje GILMAR GROSSINI
Aniversariante de Hoje MARCELO DE AZEVEDO TOJAL
Aniversariante de Hoje SIDNEI PIEDADE