MARCELO GOMES MELO

 -  - MARCELO GOMES
Total Visualizações: 41385
Texto mais lido:
A falácia do amor incondicional - Total: 486
Educares são nossos pontos, nossa pontuação! Educares: 2153
10 Autores mais recentes...
WILLIAN DE CAMPOS
ELIZANDRA GOMES
ERNI OLIVEIRA
LOHAYNE FERNANDA RODRIGUES PEDRO
TÂNIA REGINA BRAGA TORREÃO SÁ
JOÃO HENRIQUE DE SOUZA
SUZE MARTINS FRANCO MONTEIRO
HEITOR MENDES
HEITOR ABREU VIEIRA MENDES
GRAZIELLE APARECIDA PEREIRA DE AMORIM
10 Autores mais lidos...
613 SEDNAN MOURA
SEDNAN MOURA
Total: 7471916
657 ELIO MOREIRA
ELIO MOREIRA
Total: 1631587
285 ALEXANDRE BRUSSOLO
ALEXANDRE BRUSSOLO
Total: 1154641
190 DIRCEU DETROZ
DIRCEU DETROZ
Total: 919256
622 SANTO VANDINHO
SANTO VANDINHO
Total: 570966
1121 THALYA SANTOS
THALYA SANTOS
Total: 282273
272 PEDRO VONO
PEDRO VONO
Total: 161165
218 ZILDO GALLO
ZILDO GALLO
Total: 152188
496 ALBERTO DOS ANJOS COSTA
ALBERTO DOS ANJOS COSTA
Total: 145856
189 LADISLAU FLORIANO
LADISLAU FLORIANO
Total: 128341
Sala de Leitura
Busca Geral:
Nome/login (Autor)
Título
Texto TituloTexto



Total de visualização: 311
Textos & Poesias
Imprimir

Total Votos: 0
 
 

Almas perdidas, corpos abandonados

É uma ilha isolada no meio do nada, sem habitantes, sem condições urbanas básicas de sobrevivência. O que se vê de todos os cantos é água, sem um horizonte no qual se fixar e manter um norte que equilibre o senso e mantenha a sanidade.
Embrenhando-se na mata densa, experimenta-se ansiedade, medo do desconhecido e da escuridão, mas a atração é maior, e caminhar com o máximo de cuidado, protegendo o corpo com armas primitivas e o cérebro com pura fé.
Os percalços não surgem abertamente, eles se tornam físicos de uma hora para outra, embora possam ser detidos com pensamento rápido e um pouco de coragem. Já aqueles que se introduzem no cérebro, permanecem como sombras, bem maiores do que o são, esses procuram dominar a existência, definir quem você é mesmo que não o queira, e lhe incutir a febre de desbravar a mata intransponível que lhe tira o sono, dificulta os seus movimentos e deseja lhe ver definhar, com fome, sede e frio, ameaças intensas que lhe fazem gritar no escuro, bradar por socorro, implorar por salvação, as forças lhe abandonando para que a inércia assuma o posto e o faça desistir, encolhido como uma criança em posição fetal, desejando manter os olhos fechados para não se deparar com a ameaça maior.
Só aí, de lugar nenhum, um raio precioso de sol rompe a barreira das árvores milenares e lhe encontram, como acordar de um sonho ruim você quer café quente e um propósito para lutar. O raio de sol é o mesmo ideal para lhe fazer acreditar, levantar-se vacilante e aproximar-se do lago gelado para beber, das frutas silvestres para matar a fome, da trilha que antes não havia, para buscar uma saída.
Agora você está diferente, encorpando, torcendo as mãos e guiando-se pela fresta de sol. Com passos mais firmes chega a demonstrar o rastro de um sorriso, quando desvia de espinhos e salta as plantas carnívoras, aprende a conduzir-se em ambiente hostil, decora o que é venenoso, o que pode lhe auxiliar ou lutar contra você, quem irá lhe trair ou lhe ajudar a superar e viver mais ainda para se vingar, amadurecer, aprender as sutilezas da vida em si.
A sua sobrevivência depende disso, um dia de cada vez, as conquistas reconhecidas, as derrotas afastadas para um novo confronto em breve.
Estamos falando de como funciona o seu cérebro, no dia-a-dia; de como as engrenagens produzem as cenas que formam a sua existência. São cíclicas, um dia por baixo, outro dia por cima, caso sobreviva. A luta real é contra si mesmo, brigar pela vida do jeito que acha que deve ser, enquanto a suporta como é de verdade.
É o que há em seu cérebro, em seu corpo. E a sua alma age como mediadora. Quando ela vence, você vence. Caso contrário são mais almas perdidas e corpos abandonados.

Marcelo Gomes Melo

 
   
Comente o texto do autor. Para isso, faça seu login. Mais textos de MARCELO GOMES MELO:
A arte de comunicar (se) Autor(a):
A arte de escrever na Era digital Autor(a):
A assimetria do amor Autor(a):
A destruição de tudo como conhecemos Autor(a):
A escola que temos e a escolaque queremos Autor(a):
A falácia do amor incondicional Autor(a):
A falta de sorte típica dos pobres Autor(a):
A forma como as aparências enganam Autor(a):
A história da minha vida Autor(a):
A horda Autor(a):
A imortal sinfonia Autor(a):
A influência psicológica para o bem e para o mal Autor(a):
A Ira Autor(a):
A Jesus Cristo nosso Senhor Autor(a):
A maneira mais eficiente de estudar Autor(a):
A minha inóspita filosofia Autor(a):
A misteriosa dubiedade do outono Autor(a):
A musa (Doído de amor) Autor(a):
A namorada - The girlfriend Autor(a):
A natureza chama, o ser humano respeita Autor(a):
A pobre vida Autor(a):
A praga Autor(a):
À procura de mim Autor(a):
A razão das dores alheias Autor(a):
A resistência de políticos e de baratas Autor(a):
Absolvição Autor(a):
Agindo contra o bullying Autor(a):
Ah, o Silva! Autor(a):
Almas perdidas, corpos abandonados Autor(a):
Amor inviolável Autor(a):
Banner aniversariantes

Aniversário Hoje

Aniversariante de Hoje DIRCEIA APARECIDA GOMES
Aniversariante de Hoje JUCIVAN MACÁRIO LOPES
Aniversariante de Hoje LORENA OLIVEIRA SILVEIRA
Aniversariante de Hoje ROSITA HELENA SILVEIRA PEREIRA