ELIO MOREIRA

 -  - ELIO MOREIRA
Total Visualizações: 412618
Texto mais lido:
CUIDE DO QUE É SEU - Total: 1433
Educares são nossos pontos, nossa pontuação! Educares: 3318
10 Autores mais recentes...
SUELEN LUIZ DE OLIVEIRA
EDENICE SANTOS DA SILVA
LUIZ CARLOS DE OLIVEIRA
DIONILDO DANTAS
VALMIR APARECIDO SAMBO
WALLACE MARINS
DEIVID
IVONE DETTMANN GONCALVES
HERBERTEEN SANTOS
DALILA DO NASCIMENTO DOS SANTOS
10 Autores mais lidos...
613 SEDNAN MOURA
SEDNAN MOURA
Total: 3565886
285 ALEXANDRE BRUSSOLO
ALEXANDRE BRUSSOLO
Total: 444981
190 DIRCEU DETROZ
DIRCEU DETROZ
Total: 425483
657 ELIO MOREIRA
ELIO MOREIRA
Total: 412618
622 EVANDRO JORGE DO ESPIRITO SANTO
EVANDRO JORGE DO ESPIRITO SANTO
Total: 221516
1121 THALYA SANTOS
THALYA SANTOS
Total: 140604
272 PEDRO VONO
PEDRO VONO
Total: 127644
218 ZILDO GALLO
ZILDO GALLO
Total: 65486
496 ALBERTO DOS ANJOS COSTA
ALBERTO DOS ANJOS COSTA
Total: 56658
189 LADISLAU FLORIANO
LADISLAU FLORIANO
Total: 55773
Sala de Leitura
Busca Geral:
Nome/login (Autor)
Título
Texto TituloTexto



Total de visualização: 390
Textos & Poesias
Imprimir

Total Votos: 0
DICA: Utilize o botão COMPARTILHAR (do facebook em azul) ou o LINK CURTO que disponibilizamos logo abaixo desse botão para compartilhar seu TALENTO nas Redes Sociais, compartilhando com mais fãs e leitores de toda parte do Mundo Virtual. Esse recurso foi desenvolvido para ajudar na divulgação de seus textos. USE SEMPRE QUE DESEJAR!
  Anote esse link curto de seu texto e divulgue nas redes sociais.

QUERER É PODER. MAS SER ESCRITOR. É PRECISO SER.


*** Faça o seu Login e envie esse texto por email ***

Querer é Poder. Mas ser Escritor. É Preciso Ser!...
Yy.....yY

Seu sonho era tornar-se famoso, porque pesar de ser
um “riquinho”, não tinha do povo a merecida consideração.
Depois de muito pensar como isto poderia acontecer
resolveu se aventurar pelo caminho das letras.
Escreveu dois livros, cada um com trinta páginas,
espaços dois e meio para render, recriou estórias
da carochinha as quais acreditava serem o atalho
mais fácil e que breve seria recompensado!

Recebeu incentivos dos familiares e adorava
por eles ser chamado de escritor, sonhava e acreditava.

E foi assim que tornou-se um idealista, um filósofo
que sonhava com um mundo melhor, principalmente
para ele e suas estórias proveniente de sua criatividade!..

Se empenhava, era uma verdade,
de seus próprios escritos era o promovedor,
mas nada acontecia conforme o esperado
e resultava em demoras o reconhecer,
estava difícil e desanimador.

De família era um privilegiado e teria que haver outro modo
para fama e reconhecimento conquistar, o queimar
de neurônios até aquele estalo lhe alertar, estava claro,
como que isto antes não foi pensado?

No “meio” se faria presente levando
uma vida social constante, tinha certa classe
e a tolerância familiar lhe garantia viver em gastanças.
por isto mesmo recebia convites fazendo-se
presente em festas ou agrupamentos.

Levava seus livros para todos mostrar, se empolgava
no falar e descrevia-os como Best Seller.

Como nunca havia gostado de estudar e sim de viajar,
conseguiu certo aprendizado, mas não para escrever,
e para isto não tem jeito quem sabe, sabe,
quem não sabe, é bom nem se meter!

Como os livros eram por ele mesmo patrocinados,
não havia revisão e nem concordância de textos, a gráfica
não queria saber, cobrava e ele que se virasse, o problema
literário era unicamente dele, a gráfica, daquelas de fundo
de quintal, imprimia, sem interessar se estava dentro
dos conformes ou não, ele que fosse explicar.

Livros entregues, ele, um exibicionista a todos queria
depressa apresentar, nos convites para festas, que ele
achava que seria seu publico leitor, vangloriava-se e quase
obrigava os pobres convivas a pelo menos dar uma olhada,
mas bastava percorrer as primeiras páginas e estava ele
com os livros novamente em suas mãos.

O tempo passou e nada conseguia de positivo,
foram tantos os gastos que a família já não disponibilizava
o dinheiro necessário para que ele em festas continuasse.
Mesmo assim por tempos ainda insistiu, até que ninguém
mais perto dele queria ficar.

Desiludido, esbravejava: como posso conviver com uma
cambada de imbecis que não reconhece um bom escritor?

E já que seus considerados amigos seus livros
não queriam ler, muito menos comprar,
escolheu aqueles que em sua avaliação
seriam os mais cultos e poderiam apreciá-los
o recomendar, começou pelo correio a presenteá-los,
mesmo assim nenhuma resposta recebia
e em caminhadas pelas ruas da cidades
vários deles encontrou atirado no lixo.

Ele que pensava milhares vender, sendo que, foi nestes
elogios que a gráfica estes milhares caríssimo lhe cobrou.

Não havendo nenhum retorno foi então que se fragou,
existem coisas que vem com a nascença e de nada adianta
“o que não se sabe” querer aos outros impor!

Bancou o ridículo e isto começou a lhe martelar
a consciência e iguais a todos os tolos que se
alimentam em insensatez e por isto mesmo
não sabem lidar com certas situações, aloucou,
se desesperou, e sem que a família soubesse,
no pátio da casa, calada da noite fez uma fogueira
e milhares, monte inúteis de papeis,
que muito dinheiro lhe custou,
em leviandades queimou.

O que queria não se concretizou, nem famoso se tornou,
conseguiu sim gastar uma fortuna, onde ele e a família
desprotegidos se encontraram e agora lamentavam
pelo dinheiro que ele irresponsavelmente fora jogou.

MEUS AMIGOS, vocês que pensam um dia
por este caminhose aventurar, avaliem o seu real valor,
revejam princípios e se na verdade existem no intimo
aquele qualificado dom porque eu lhes afirmo,
não é num simples querer, de uma hora
para outra que se vira escritor.

Sem contar que: este não é o melhor caminho
para fama adquirir e se pensar em escrever livros
para ficar famoso, pode esquecer!

Não é assim que funciona além do dom, precisa-se
de uma dedicação exclusiva, precisa a se resignar
a ser um solitário, horas a ler e escrever e o principal
estudar, aprender o bem falar, são o conhecer sobre
as boas palavras que lhe levaram a desenvolver
um bom trabalho literário, porque mesmo redigindo
coisas imaginarias, ao repassá-las para o papel
será como estar a dialogar.
Yy.....yY

Elio Moreira – Torres = RS 191 Livros Publicados
Ail Ordem Scriptorium (Academia de Letras)
Elio Moreira Imortal Cadeira 37 A Predestinação
Cônsul Internacional do Movimento União cultural
Secretário Geral da Ordem dos Poetas do Brasil
Membro da IWA –
International Writers And Artistsassociation – USA

 
   
Comente o texto do autor. Para isso, faça seu login. Mais textos de ELIO MOREIRA:
- O OTIMISMA Autor(a):
08 Março = DIA INTERNACIONAL DA MULHER Autor(a):
25 de Maio de 2018 às 16:11 • Autor(a):
= SER OU NÃO SER = Autor(a):
A ARTE DE VIVER Autor(a):
A ASSOMBRAÇÃO DO GAÚCHO. Autor(a):
A BELEZA DOS DIAS. Autor(a):
A BÊNÇÃO DE UM QUERER Autor(a):
A CANÇÃO DO AMOR Autor(a):
A Capital Brasileira do Balonismo. Autor(a):
A CHAVE DA FELICIDADE Autor(a):
A CRÍTICA FAZ BEM. Autor(a):
A ESSÊNCIA DA FLOR Autor(a):
A F L I Ç Ã O Autor(a):
A FAVOR DA LEI Autor(a):
A FILHA DA DOR. = LAGOA DO VIOLÃO = Torres RS Autor(a):
A FONTE DA JUVENTUDE Autor(a):
A FORÇA DO MAR Autor(a):
A GENTE ESQUECE Autor(a):
A GRAMA DO VIZINHO Autor(a):
A HORA DE DESISTIR Autor(a):
A HORA É AGORA Autor(a):
A LUZ DE UM VIVER. Autor(a):
A M A D A Autor(a):
A M I G O S Autor(a):
A MAGIA DA VIDA Autor(a):
A MAGIA ESTRELAR Autor(a):
A MENTE CRITICA O CORAÇÃO. Autor(a):
A MINHA FELICIDADE. Autor(a):
A MORTE DA LAGOA - Lagoa do Violão Torres - RS Autor(a):