ANDRADE JORGE

 -  - ANDRADE JORGE
Total Visualizações: 16679
Texto mais lido:
PRELUDIO DA INFELICIDADE - Total: 248
Educares são nossos pontos, nossa pontuação! Educares: 760
10 Autores mais recentes...
ELIZABETH PEREIRA DA SILVA
ELLENDRA VALENTINE
ONIVAN BARBOSA PANTOJA
ADALTO FREITAS
PERGENTINO JUNIOR
MARIA DO SOCORRO DOMINGOS
PAOLA CAMILA DOS SANTOS ESQUIVEL
SALETE APARECIDA DOS SANTOS
TAMARA SCARLAT PEREIRA DE SOUZA
CRISTHIANY RODRIGUES DE OLIVEIRA
10 Autores mais lidos...
613 SEDNAN MOURA
SEDNAN MOURA
Total: 789213
285 ALEXANDRE BRUSSOLO
ALEXANDRE BRUSSOLO
Total: 145241
272 PEDRO VONO
PEDRO VONO
Total: 106606
1121 THALYA SANTOS
THALYA SANTOS
Total: 61570
190 DIRCEU DETROZ
DIRCEU DETROZ
Total: 35152
622 EVANDRO JORGE DO ESPIRITO SANTO
EVANDRO JORGE DO ESPIRITO SANTO
Total: 25279
496 ALBERTO DOS ANJOS COSTA
ALBERTO DOS ANJOS COSTA
Total: 18695
385 ANDRADE JORGE
ANDRADE JORGE
Total: 16679
247 VANESSA  SOARES
VANESSA SOARES
Total: 16367
189 LADISLAU FLORIANO
LADISLAU FLORIANO
Total: 15834
Sala de Leitura
Busca Geral:
Nome/login (Autor)
Título
Texto TituloTexto



Total de visualização: 151
Textos & Poesias
Imprimir

Total Votos: 0
DICA: Utilize o botão COMPARTILHAR (do facebook em azul) ou o LINK CURTO que disponibilizamos logo abaixo desse botão para compartilhar seu TALENTO nas Redes Sociais, compartilhando com mais fãs e leitores de toda parte do Mundo Virtual. Esse recurso foi desenvolvido para ajudar na divulgação de seus textos. USE SEMPRE QUE DESEJAR!
  Anote esse link curto de seu texto e divulgue nas redes sociais.

FAÇA UMA PONTE


*** Faça o seu Login e envie esse texto por email ***

Se em seu caminho surgir um rio caudaloso, águas agitadas, turbulentas, impedindo a travessia, não se desespere; Vire-se e olhe sua caminhada, veja o vigor de suas pegadas neste chão empoeirado, lembre-se nele você lançou as sementes do amor, que germinaram flores viçosas, árvores frondosas. Elas silenciosamente margearam seus passos, e despretensiosas perfumaram seu íntimo e deram sombra ao espírito afogueado. Então não serão as águas reviradas, mexidas que impedirão sua continuidade, faça uma ponte! use as flores e atravesse; Mas se prestar atenção, acompanhe o serpenteado desse rio, veja que bem mais à frente as águas se amainam se acalmam e se tornam um doce remanso. A vida é assim, ora furacão, ora bonança. Não se esfuzie tanto na bonança e nem desanime na destemperança.
Vá, continue seu caminhar, o sol não esconde seu brilho, ainda que esteja anoitecendo, enquanto o planeta gira ao seu redor, aqui fica a luz do luar clareando essa misteriosa trilha chamada vida.


05/09/2016

 
   
Comente o texto do autor. Para isso, faça seu login. Mais textos de ANDRADE JORGE:
"X" Autor(a):
"X" (poesia reflexão) Autor(a):
A CHUVA Autor(a):
A FÉ COMO ELA NÃO É Autor(a):
A FÉ COMO ELA NÃO É Autor(a):
A MULHER DO BARBEIRO (conto) Autor(a):
A MULHER QUANDO AMA Autor(a):
A PAZ Autor(a):
A TÁBUA (lição de vida) Autor(a):
ACADÊMICO ANDRADE JORGE Autor(a):
ACASO Autor(a):
ACQUA Autor(a):
ACQUA (poesia traduzida para o idioma Italiano) Autor(a):
ADEMILDE Autor(a):
ÁGUAS DE SALTO Autor(a):
AMANHÃ Autor(a):
AMANTES Autor(a):
AMANTES Autor(a):
AMAR Autor(a):
AMIGA Autor(a):
AMIGA Autor(a):
ANGELICAL E DEMONÍACO Autor(a):
ANJOS Autor(a):
APAGÃO Autor(a):
APAGÃO (Cotidiano) Autor(a):
ARDIL Autor(a):
ASNEIRAS & BESTEIRAS (poesia amor) Autor(a):
ATCHIMMMM! (poesia infantil) Autor(a):
ATRIZ Autor(a):
ATRIZ (POESIA REFLEXÃO) Autor(a):