THALYA SANTOS

 -  - THALYA SANTOS
Total Visualizações: 94767
Texto mais lido:
AMANHECER NA QUERÊNCIA - Total: 616
Educares são nossos pontos, nossa pontuação! Educares: 1269
10 Autores mais recentes...
JUAN CARLOS
DARLAN BEZERRA PILAR
JOSÉ ROBERTO DA SILVA
VALDINEI DA SILVA CAMPOS
JOSÉ MARIA AMARANTO
MILTON JORGE DA SILVA
CELSO GABRIEL DE TOLEDO E SILVA
MARIA DE SOUZA CEZAR
EVERALDO JOSÉ CAVALHEIRO PAVÃO
JOSE JOÃO BOSCO PEREIRA
10 Autores mais lidos...
613 SEDNAN MOURA
SEDNAN MOURA
Total: 1600474
285 ALEXANDRE BRUSSOLO
ALEXANDRE BRUSSOLO
Total: 261045
190 DIRCEU DETROZ
DIRCEU DETROZ
Total: 135620
272 PEDRO VONO
PEDRO VONO
Total: 113190
1121 THALYA SANTOS
THALYA SANTOS
Total: 94767
622 EVANDRO JORGE DO ESPIRITO SANTO
EVANDRO JORGE DO ESPIRITO SANTO
Total: 61490
218 ZILDO GALLO
ZILDO GALLO
Total: 35828
496 ALBERTO DOS ANJOS COSTA
ALBERTO DOS ANJOS COSTA
Total: 33164
189 LADISLAU FLORIANO
LADISLAU FLORIANO
Total: 32487
657 ELIO MOREIRA
ELIO MOREIRA
Total: 29804
Sala de Leitura
Busca Geral:
Nome/login (Autor)
Título
Texto TituloTexto



Total de visualização: 191
Textos & Poesias
Imprimir

Total Votos: 0
DICA: Utilize o botão COMPARTILHAR (do facebook em azul) ou o LINK CURTO que disponibilizamos logo abaixo desse botão para compartilhar seu TALENTO nas Redes Sociais, compartilhando com mais fãs e leitores de toda parte do Mundo Virtual. Esse recurso foi desenvolvido para ajudar na divulgação de seus textos. USE SEMPRE QUE DESEJAR!
  Anote esse link curto de seu texto e divulgue nas redes sociais.

ASSALTO


*** Faça o seu Login e envie esse texto por email ***

Para aí velha manca...
Diz o pivete ,empunhando um canivete
Entrega a bolsa e sai calada
Ou deixo tua cara esfacelada.

A velha senhora surpresa!
Ao ver tanta violência...
Aperta a bolsa na mão
Cometendo a imprudência
grita...Socorro
Se entregar a bolsa eu morro.
O pivete fica nervoso...
treme a mão no canivete.

E num gesto enlouquecido
Com uma força estranha
Que a mão do diabo acompanha
Enfia o canivete...
Que entra certeiro
No coração...
Depois sem emoção
Puxa o canivete o ensanguentado.
Pega a bolsa, sai apressado.

A velha senhora caída
Sentindo perder a vida
Desesperada chama o pivete.

Ele sem entender
Cheio de medo e a tremer
Se vê ajoelhado no chão
Ao lado da velha senhora
Que arranca do pescoço um medalhão
Impresso em ouro dizia:
Meu filho...Junto a uma fotografia
O pivete pega assustado
Foge, rápido e desesperado.

Depois...
Depois juntando os pertences
Que na bolsa trazia
Chega a triste conclusão...
Ele é o menino da fotografia
E aquela senhora...
Que um dia tanto procurou
Era a mãe, que o abandonou.
E pelo documento ficou constatado
Foi a sua mãe ...
Que ele havia matado.

PELOTAS RS

 
   
Comente o texto do autor. Para isso, faça seu login. Mais textos de THALYA SANTOS:
A ALMA Autor(a):
A CADEIRA DA VOVÓ Autor(a):
A CHUVA NÃO PARA Autor(a):
A CIDADE DORME Autor(a):
A CIDADE MAIS ANTIGA DO RIO GRANDE DO SUL ( CURIOSIDADES ) Autor(a):
A DANÇA DA CANETA Autor(a):
A DESGRAÇADA DA ESTELA Autor(a):
A DIFERENÇA DE LADRÃO DE GALINHA E DE ROUBAR O PAÍS Autor(a):
A DOR QUE SUFOCO EM MEU PEITO Autor(a):
A ESCADA Autor(a):
A ESCOLA DA VIDA Autor(a):
A FORÇA DA AMIZADE Autor(a):
A HERANÇA Autor(a):
A HISTÓRIA DA VELHA Autor(a):
A HISTÓRIA DO PIÁ Autor(a):
A IMPORTÂNCIA DO QUASE Autor(a):
A LUA FOI DORMIR Autor(a):
A MADRUGADA Autor(a):
A MAGIA DA NOITE Autor(a):
A MENINA E HISTÓRIA Autor(a):
A MINHA AMIGA AMARILLIS Autor(a):
A MORTE Autor(a):
A MORTE NÃO INTERROMPE A VIDA Autor(a):
A PALHAÇA Autor(a):
A PERERECA GELADA Autor(a):
A POESIA DO NADA Autor(a):
A POESIA ME ABRAÇA Autor(a):
A POESIA ME ABRAÇA Autor(a):
A PORTA TRANCADA Autor(a):
A RUA Autor(a):