SEDNAN MOURA

 -  - SEDNAN MOURA
Total Visualizações: 649739
Texto mais lido:
Dois polos - Total: 493
Educares são nossos pontos, nossa pontuação! Educares: 1313
10 Autores mais recentes...
HAMILTON RAUL SERPA
JUAREZ VELÁSQUEZ DE MELLO CARVALHO
ARIEL ALVES DA SILVA
LUIZ HENRIQUE GOMES PATRIOTA
MARA ROSANI CRIZEL
THAYS GARCIA RODRIGUES
THALYA SANTOS
RENON DA SILVA BRITO
MAROEL DA SILVA BISPO
LUCAS MENEZES
10 Autores mais lidos...
613 SEDNAN MOURA
SEDNAN MOURA
Total: 649739
285 ALEXANDRE BRUSSOLO
ALEXANDRE BRUSSOLO
Total: 115353
272 PEDRO VONO
PEDRO VONO
Total: 104920
1121 THALYA SANTOS
THALYA SANTOS
Total: 42878
190 DIRCEU DETROZ
DIRCEU DETROZ
Total: 29292
622 EVANDRO JORGE DO ESPIRITO SANTO
EVANDRO JORGE DO ESPIRITO SANTO
Total: 18344
496 ALBERTO DOS ANJOS COSTA
ALBERTO DOS ANJOS COSTA
Total: 14522
247 VANESSA  SOARES
VANESSA SOARES
Total: 13836
385 ANDRADE JORGE
ANDRADE JORGE
Total: 13673
189 LADISLAU FLORIANO
LADISLAU FLORIANO
Total: 13020
Sala de Leitura
Busca Geral:
Nome/login (Autor)
Título
Texto TituloTexto



Total de visualização: 75
Textos & Poesias
Imprimir

Total Votos: 0
DICA: Utilize o botão COMPARTILHAR (do facebook em azul) ou o LINK CURTO que disponibilizamos logo abaixo desse botão para compartilhar seu TALENTO nas Redes Sociais, compartilhando com mais fãs e leitores de toda parte do Mundo Virtual. Esse recurso foi desenvolvido para ajudar na divulgação de seus textos. USE SEMPRE QUE DESEJAR!
  Anote esse link curto de seu texto e divulgue nas redes sociais.

SURREAL


*** Faça o seu Login e envie esse texto por email ***

Rio, 07/02/2016.

Numa quimera surreal
Havia um palácio em ruínas
E ao fundo a luz iluminava
Era um sonho e parecia real!
Cachoeiras desciam do telhado,
As águas corriam pelas escadas,
Galhos secos adentravam o teto,
As paredes negras e descoradas,
Chão limoso e todo molhado.
Havia um muro desmoronado
Com parte de rosto e um olhar,
Eram olhos castanhos a chorar,
Como se tivesse o local a observar
Que em decadência havia se tornado.
Dentro do palácio as águas cantavam
Uma canção triste de lamento
E aqueles olhos que choravam
Não tinham qualquer alento!


SEDNAN MOURA
 
   
Comente o texto do autor. Para isso, faça seu login. Mais textos de SEDNAN MOURA:
(((((((ECO))))))) Autor(a):
(...) Autor(a):
(A)CHEI ROSA Autor(a):
... NINGUÉM ME TIRA Autor(a):
... SE SONHAMOS Autor(a):
...AO MAR Autor(a):
...E AGORA Autor(a):
...É FERA Autor(a):
...É O AMOR Autor(a):
...ERAM AZUIS Autor(a):
0 SÓSIA Autor(a):
01 (aldravia) Autor(a):
01 (PI) Autor(a):
02 (aldravia) Autor(a):
02 (PI) Autor(a):
03 (aldravia) Autor(a):
03 (PI) Autor(a):
04 (aldravia) Autor(a):
04 (PI) Autor(a):
05 (aldravia) Autor(a):
05 (PI) Autor(a):
06 (aldravia) Autor(a):
06 (PI) Autor(a):
07 (aldravia) Autor(a):
07 (PI) Autor(a):
08 (aldravia) Autor(a):
08 (PI) Autor(a):
09 (aldravia) Autor(a):
09 (PI) Autor(a):
10 (aldravia) Autor(a):

Nossos Parceiros:

Academia Gonçalense de Letras, Artes e Ciências.