ALBERTO DOS ANJOS COSTA

 -  - ALBERTO DOS
Total Visualizações: 27767
Texto mais lido:
Agradecimentos! - Total: 460
Educares são nossos pontos, nossa pontuação! Educares: 929
10 Autores mais recentes...
HILTON MARCOS DE OLIVEIRA
WAGNER PAULON
GISELE NEGRO DE LIMA
ALEXANDRE DORNELES DE BRITO PINNA
SALETI HARTMANN
ELIZABETH PEREIRA DA SILVA
ELLENDRA VALENTINE
ONIVAN BARBOSA PANTOJA
THALLES CAKAN
ADALTO FREITAS
10 Autores mais lidos...
613 SEDNAN MOURA
SEDNAN MOURA
Total: 1204079
285 ALEXANDRE BRUSSOLO
ALEXANDRE BRUSSOLO
Total: 226322
272 PEDRO VONO
PEDRO VONO
Total: 110026
1121 THALYA SANTOS
THALYA SANTOS
Total: 80256
190 DIRCEU DETROZ
DIRCEU DETROZ
Total: 79624
622 EVANDRO JORGE DO ESPIRITO SANTO
EVANDRO JORGE DO ESPIRITO SANTO
Total: 43270
218 ZILDO GALLO
ZILDO GALLO
Total: 28327
496 ALBERTO DOS ANJOS COSTA
ALBERTO DOS ANJOS COSTA
Total: 27767
189 LADISLAU FLORIANO
LADISLAU FLORIANO
Total: 25645
385 ANDRADE JORGE
ANDRADE JORGE
Total: 23151
Sala de Leitura
Busca Geral:
Nome/login (Autor)
Título
Texto TituloTexto



Total de visualização: 132
Textos & Poesias
Imprimir

Total Votos: 1
DICA: Utilize o botão COMPARTILHAR (do facebook em azul) ou o LINK CURTO que disponibilizamos logo abaixo desse botão para compartilhar seu TALENTO nas Redes Sociais, compartilhando com mais fãs e leitores de toda parte do Mundo Virtual. Esse recurso foi desenvolvido para ajudar na divulgação de seus textos. USE SEMPRE QUE DESEJAR!
  Anote esse link curto de seu texto e divulgue nas redes sociais.

Barafunda


*** Faça o seu Login e envie esse texto por email ***

Ingressei com altivos sonhos, na disputa com milhares,
almejando no labor, lisura, retidão e probidade,
encontrei resistência, e condições rudimentares,
demovendo a inspiração, e vivenciando promiscuidades.

Convivo com colegas que abraçam o pedantismo,
arraigados em vaidades, no labor da indolência,
arrogância pela estabilidade no cotidiano sem idealismo,
ociosidade improdutiva em colegas da incompetência!

Esmoreci no dia a dia, e na discriminação,
o salário é vitupério, é afronta ao meu saber,
ressentido com o desvalor, minha eloquência é comoção,
desalento no trabalho; apresentaram-me o padecer.

Tacanhas repartições moribundas,
prestando serviços medíocres e desregrados,
a ociosidade incita a barafunda,
pela preguiça de servidores desvirtuados!

Estímulos se infirmaram, trouxeram-me o arrefecer,
no governo de corruptos, os exemplos são seguidos,
medito sobre a escolha, que fomenta o meu prover,
as dissimulações e hipocrisias sempre estiveram me atingindo!

Hoje, todos querem prestar concursos,
para servidores e serventuários;
é a viciosa estabilidade em percurso,
com proventos garantidos pelo erário.

Buscam a nomeação para o exercício do poder,
na competição acirrada, pelo impetuoso embate,
os quais serão séquitos da empáfia em arremate,
pelas paixões e vícios que irão se suceder!

No serviço público, os melhores vão para o ostracismo,
enaltecem-se os piores, envoltos pela inveja e adulação,
é a consequência de um governo que não induz o patriotismo,
mal atendidos pela torpeza, quem paga a conta é o cidadão!

 
   
Comente o texto do autor. Para isso, faça seu login. Mais textos de ALBERTO DOS ANJOS COSTA:
A Idade da Inocência Autor(a):
A noite Autor(a):
A Outra Autor(a):
Abnegação Materna Autor(a):
Aborto Negligenciado Autor(a):
Acordes Autor(a):
Adolescência Autor(a):
Afetuosa Amizade Autor(a):
Agradecimentos! Autor(a):
Agrado Autor(a):
Agravo Autor(a):
AIDS Autor(a):
Alberto dos Anjos Costa Autor(a):
Aliança Autor(a):
Alienação Autor(a):
Alma Santa Autor(a):
Alquimia do Amor Autor(a):
Alternâncias Autor(a):
Altivos Monumentos Autor(a):
Alvo Sentenciar Autor(a):
Amigo Especial Autor(a):
Amigos Autor(a):
Amizade Autor(a):
Amor Autor(a):
Amor Proibido Autor(a):
Amor Proibido Autor(a):
Amor sem Registro Autor(a):
Aniversariante Autor(a):
Anjos Autor(a):
Anjos Rebeldes Autor(a):