Total Visualizações: 929
Texto mais lido:
um mês - Total: 219

Amigos Recentes

613 SEDNAN MOURA620 EDIMARCIO MUNIZ PEREIRA393 EMANUELA RUFINO1 CLÁUDIO JOAQUIM DOS SANTOS BRAGA401 DÉCIO MACHADO530 EUDIRÊ DE SANTANA SANTOS569 NATÁLIA GABRIELA BORATTI2 ANA PAULA SANTOS
Meus amigos...
Foto de Capa Efuturo HÉLIO DA 547
Todos os textos de: HÉLIO DA SILVA JÚNIOR
Busca Geral:
     
DICA: Utilize o botão COMPARTILHAR (do facebook em azul) ou o LINK CURTO que disponibilizamos logo abaixo desse botão para compartilhar seu TALENTO nas Redes Sociais, compartilhando com mais fãs e leitores de toda parte do Mundo Virtual. Esse recurso foi desenvolvido para ajudar na divulgação de seus textos. USE SEMPRE QUE DESEJAR!

 
Imprimir Texto
Total Votos: 0
Anote esse link curto de seu texto e divulgue nas redes sociais.

um mês


*** Faça o seu Login e envie esse texto por email ***

Hoje faz quase um mês desde que eu levei o meu primeiro fora, por um lado eu olho e tento reunir a pouca coragem que tenho para seguir a vida, por outro eu tento entender o que realmente aconteceu. Por um lado, eu quero seguir em frente sem olhar para trás, por vezes eu tentei criar formas de esquecer o ocorrido, ou simplesmente negar, mas ao analisar minha vida percebi que fiz a escolha certa ao me confessar.

Era melhor eu receber um não de uma vez do que continuar alimentando falsas esperanças em meu peito, agora meio que entendo o porque nos filmes e séries eles sempre dizem, “ fale agora para não se arrepender depois”, eu dei o meu primeiro passo e com isso tirei um enorme peso das costas, fácil não é contudo eu optei por seguir em frente, voltar a me mover, deixar de ser estático já que eu estava parado no tempo, mas meu corpo estava envelhecendo.

A uns dias olhei para o espelho e não me reconheci, parece que os anos passaram e eu não percebi, embora eu me sinta extremamente jovem, pelo menos em minha mente, meu corpo não acompanha tão bem os movimentos, e eu tenho certa dificuldade de fazer coisas que outrora fazia com excelência e extrema facilidade.

Mas estou feliz, eu sei esquisito né? Sim, estou contente de poder continuar a andar, por um lado eu meio que sei o que vai acontecer a seguir, e eu tento me preparar para as possíveis situações, eu sei por um lado eu sofro, mas tento sorrir e continuar a andar.

A vida é cheia de altos e baixos, as vezes você não ...

 
   
Comente o texto do autor. Para isso, faça seu login.
Total de visualização: 219
[ 6 ] Texto
Votos Poesia Leitura Publicação
0 um mês 219 24/05/2018
0 Desabafo 118 24/05/2018
0 A Fera em mim 140 13/04/2018
0 Confissão da Fera para a Bela 138 11/04/2018
0 Auto analise de meu cerne 165 07/04/2018
0 Confissão e ... 149 07/04/2018