Total Visualizações: 4384
Texto mais lido:
LÁGRIMAS AO VENTO - Total: 366

Amigos Recentes

622 EVANDRO JORGE DO ESPIRITO SANTO1121 THALYA SANTOS613 SEDNAN MOURA494 LAZARO NASCIMENTO393 EMANUELA RUFINO401 DÉCIO MACHADO530 EUDIRÊ DE SANTANA SANTOS477 ADEMYR BORTOT
Meus amigos...
Foto de Capa Efuturo BENTO JUNIOR 537
Todos os textos de: BENTO JUNIOR
Busca Geral:
     
DICA: Utilize o botão COMPARTILHAR (do facebook em azul) ou o LINK CURTO que disponibilizamos logo abaixo desse botão para compartilhar seu TALENTO nas Redes Sociais, compartilhando com mais fãs e leitores de toda parte do Mundo Virtual. Esse recurso foi desenvolvido para ajudar na divulgação de seus textos. USE SEMPRE QUE DESEJAR!

 
Imprimir Texto
Total Votos: 0
Anote esse link curto de seu texto e divulgue nas redes sociais.

LÁGRIMAS AO VENTO


*** Faça o seu Login e envie esse texto por email ***

Sofrendo por nada entender de sofrer
Perdi meus ermos anos nas cordas vocais
Percebi o tão quanto somos anormais
Em se tratando do verbo viver...

Viver é esta escápula sangrenta de ousadia
Gravada no inconsciente de uma cabeça
E assim o tempo sendo este, não me apareça
Sofra comigo as dores da minha alegria...

Alegrar é este caminho de tantas histórias
Contadas em versos de poucas derrotas
E que me venha todas as cotas
Sou defensor assíduo das minhas memórias.

BENTO JUNIOR
João Pessoa-PB, 30 de julho de 2018.

 
   
Comente o texto do autor. Para isso, faça seu login.
Total de visualização: 366
[ 19 ] Texto
Votos Poesia Leitura Publicação
0 LÁGRIMAS AO VENTO 366 30/07/2018
0 A PESQUISA DO GOZO 221 27/07/2018
0 AMA O TEU TERRENO 178 26/07/2018
0 CUMPRIMENTO COM CÚMPLICES 217 06/06/2018
0 NERVOS CIRCUNSTANCIADOS 243 03/06/2018
0 CAMINHONEIROS MOVIDOS A DIESEL 227 02/06/2018
0 O CAPITALISMO QUE TANTO NOS ANGUSTIA 196 02/06/2018
0 TENSÃO PÓS MENSTRUAL 246 29/04/2018
0 CUSPE 192 23/04/2018
0 CHUVA QUE TE QUERO BEM 219 13/04/2018
0 ANTEPASSADOS DE MINH`ALMA 201 13/04/2018
0 CORAÇÃO NORDESTINO 227 08/04/2018
0 TRISTE DIA 269 07/04/2018
0 MÊS DE ABRIL 249 05/04/2018
0 CÉLERE 216 05/04/2018
0 NAS CALADAS DA NOITE SOU GÊNERO DESCONHECIDO 237 04/04/2018
0 SONETO À LUCIANA DIAS 260 03/04/2018
0 MAIS DE QUARENTA 200 03/04/2018
1 DERRUBARAM A JAQUEIRA 220 03/04/2018