Total Visualizações: 6425
Texto mais lido:
A ARTE DE FAZER EXISTIR O FIM - Total: 262

Amigos Recentes

1 CLÁUDIO JOAQUIM DOS SANTOS BRAGA213 CARLOS ALEXANDRE NASCIMENTO74 ANA CLAUDIA SANTOS DE LIMA BRAGA2 ANA PAULA SANTOS189 LADISLAU FLORIANO229 MARIA ANTONIETA ALENTADO OLIVEIRA328 ANTONIO SALES3 JÚLIO CÉSAR DE ALMEIDA VIDAL
Meus amigos...
Efuturo: Banner inicial para personalizar. 212 Todos os textos de: TÂNIA DU BOIS
Busca Geral:
     
DICA: Utilize o botão COMPARTILHAR (do facebook em azul) ou o LINK CURTO que disponibilizamos logo abaixo desse botão para compartilhar seu TALENTO nas Redes Sociais, compartilhando com mais fãs e leitores de toda parte do Mundo Virtual. Esse recurso foi desenvolvido para ajudar na divulgação de seus textos. USE SEMPRE QUE DESEJAR!

 
Imprimir Texto
Total Votos: 0
Anote esse link curto de seu texto e divulgue nas redes sociais.

AMORES versus HORAS


*** Faça o seu Login e envie esse texto por email ***

“Felicidade se acha nas horinhas de descuido” (Guimarães Rosa)

Cada um tem o seu momento de encontro com o amor e com a hora do que tem e quer para a vida, no significado da existência pelo sentimento. Como encontro em Oswald de Andrade, no livro Memórias Sentimentais de João Miramar.
Amores versus horas constitui a inegável relação em que os anseios evidenciam o viver, o que nos permite ir atrás de respostas para superar o desafio sentimental. As horas seguem as dimensões da condição humana em seu dilacerante dilema: múltiplas trajetórias que o tempo imprime ao aflorar através dos sentidos, para não se desfazer dos momentos amorosos. Ruth Laus declara, “Nasce dentro de mim um tremendo duelo: o desejo persistente de ser amada e a incapacidade de me fazer amar”.
A inspiração chega com a vida em suas múltiplas escolhas e, uma delas, é de que somos “donos” do tempo ao reforçarmos os atos de amor. As escolhas provocam expectativas que provam ser a inspiração uma questão de atitude. Viver é atitude para recordar o merecido reconhecimento do amor, com licença para despertar no mundo em que as horas estão em nossas mãos. Mãos que tocam a alma na busca pelo equilíbrio do passado que dá lugar ao presente, não só na figura amorosa e carinhosa, mas que também é segura e decidida. Amores e amados se revelam na poesia, como demonstra Pedro Du Bois, “Amores //... bravo gesto alargado/ em verbos caricatos / de perfumes e cores // resta a palavra / na inconsequência / do dizer: cada passo / dado com você”.
Acredito no poder das palavras para viver o amor; sentimento que é bem vindo em nossas vidas por nos deixar desfrutar um tempo de liberdade. É forma de presenciar a hora na fragilidade com que deve ser tratada: desejos, sentidos e sentimentos no relacionamento. Pedro Du Bois retrata, “carrego no pulso o relógio / que me aprisiona / em horas determinadas... // Na determinação do tempo em ponteiros de engrenagens. / Conduzo a hora despercebida”.
O tempo ajuda a desfrutar o amor e reviver o passado e, ainda, cobra as relações e o tornar a sentir. Esse reverso nos leva a dedicar a vida ao outro como busca para incrementar as horas e despertar alguma reação pessoal. É atitude que restaura os amores versus horas, como no romance de Saul Bellow, “Tudo faz sentido. Do passado obscuro ao futuro incerto”.

 
   
Comente o texto do autor. Para isso, faça seu login.
Total de visualização: 24
[ 30 ] Texto
Votos Poesia Leitura Publicação
0 AMORES versus HORAS 24 03/10/2019
0 CONVERSAR com o TEMPO 12 03/10/2019
0 SOLIDÃO 8 03/10/2019
0 PEDRO DU BOIS: em prosa e poesia 6 03/10/2019
0 PACIÊNCIA: Luxo ou Necessidade? 7 03/10/2019
0 GOTA a GOTA 11 24/09/2019
0 OLHAR PARA TRÁS 7 24/09/2019
0 NOVAS ESCOLHAS 8 24/09/2019
0 O Lado de LÁ... 6 24/09/2019
0 AVESSO A MÁS NOTÍCIAS 13 24/09/2019
0 INTERPRETAÇÕES 23 13/09/2019
0 O Lado de LÁ... 13 13/09/2019
0 A CIDADE 22 13/09/2019
0 GAVETA 16 13/09/2019
0 ATRÁS DA NOITE 21 13/09/2019
0 ENCONTRO AMARGO 41 28/08/2019
0 JOGO DE INTERESSES 15 28/08/2019
0 TEMPO reverso MOMENTOS 14 28/08/2019
0 GAVETA QUE QUERO ABRIR 26 28/08/2019
0 DIA FORA de HORA 27 28/08/2019
0 CONSTRANGER & ser CONSTRANGIDO 35 16/08/2019
0 MOVIMENTO dos DIAS 21 16/08/2019
0 TALVEZ... II 22 16/08/2019
0 SOMOS QUANTOS.... 17 16/08/2019
0 QUEBRADO 19 16/08/2019
0 ARTE: Discussão Literária 38 12/08/2019
0 MULHERES, MUSAS? QUEM SÃO? 15 12/08/2019
0 HOJE 23 12/08/2019
0 A ARTE DE FAZER EXISTIR O FIM 58 30/07/2019
0 TRAÇOS INSTIGANTES: paisagens x imagens 28 30/07/2019