Total Visualizações: 9379
Texto mais lido:
BRINCANDO COM PALAVRAS INVERTIDAS - Total: 647

Amigos Recentes

324 PAULO FONTENELLE DE ARAUJO1121 THALYA SANTOS622 SANTO VANDINHO620 EDIMARCIO MUNIZ PEREIRA613 SEDNAN MOURA567 ACIR CAIANA587 RODRIGO GIOVANI BORCHARDT393 EMANUELA RUFINO
Meus amigos...
Efuturo: Banner inicial para personalizar. 492 Todos os textos de: MARIA HILDA DE J. ALÃO
Busca Geral:
     
DICA: Utilize o botão COMPARTILHAR (do facebook em azul) ou o LINK CURTO que disponibilizamos logo abaixo desse botão para compartilhar seu TALENTO nas Redes Sociais, compartilhando com mais fãs e leitores de toda parte do Mundo Virtual. Esse recurso foi desenvolvido para ajudar na divulgação de seus textos. USE SEMPRE QUE DESEJAR!

 
Imprimir Texto
Total Votos: 0

DOM RATÃO NA MANSÃO


*** Faça o seu Login e envie esse texto por email ***

Chegou de mala e cuia Dom Ratão
Aos portões da nobre mansão,
E foi entrando cauteloso, sorrateiro,
Através do imenso terreiro.

Aproveitando a saída do cozinheiro,
Invadiu a cozinha como um guerreiro
Indo se entrincheirar lá no canto
Do armário que era um espanto

De tanta comida mais parecia um empório.
Ficou bem quietinho o finório
Esperando a noite chegar ao auge,
Pois é no silêncio que um rato age.

Dom Ratão cansado adormeceu.
Sonhou que o armário era só seu
Até convidou Ritinha, a sua ratinha,
Para saborear de tudo que tinha.

Sonhando Dom Ratão murmurava:
“Sorte tamanha eu não esperava...
Ritinha, minha linda, meu amor,
Sinta deste queijo o sabor...”

De repente um som cavernoso e monstruoso
Acabou com o sonho e o romance dengoso
De Dom Ratão e da rata Ritinha.
Era Hércules, o gato, que vinha

Expulsar da cozinha o intruso.
“Não, não ficarei confuso,
Preciso de um plano para escapar
Aqui não dá para eu morar...”

Na primeira distração do gato ele saiu,
E em desabalada carreira se viu
Voltando para a casa pobre no escuro
Em cuja despensa só existe pão duro.

Maria Hilda de J. Alão

 
   
Comente o texto do autor. Para isso, faça seu login.
Total de visualização: 524
[ 21 ] Texto
Votos Poesia Leitura Publicação
0 BRINCANDO COM PALAVRAS INVERTIDAS 647 19/09/2018
0 BRINCANDO COM O NÚMERO TRÊS 367 19/09/2018
0 BRINCANDO COM O NÚMERO CINCO 369 19/09/2018
0 BRIGA DE GATO GRANDE (cordel infantil) 395 19/09/2018
0 O MOÇO ESTRANHO 403 19/09/2018
0 DOM RATÃO NA MANSÃO 524 11/05/2018
0 DOM RATÃO NÃO GOSTA DE PÃO 426 11/05/2018
0 O TESOURO ENTERRADO 485 05/04/2018
0 O TESOURO DA VILA 516 05/04/2018
0 O MENINO E A FLOR 433 05/04/2018
0 O BAILE DO JACARÉ 454 05/04/2018
0 INVASÃO DA FORTALEZA 564 05/04/2018
0 MARIA DA GRAÇA 440 05/04/2018
1 O PRESÉPIO DE NATAL (Cordel Infantil) 530 03/04/2018
1 DONA CORUJA SABICHONA (cordel infantil) 424 03/04/2018
1 A CARTA SOBRE A CAMA 411 03/04/2018
1 A GIRAFA LINGUARUDA 420 03/04/2018
1 CRIANÇA POETA 399 03/04/2018
1 DEIXA-ME FICAR MAIS UM POUCO 369 02/04/2018
0 ALGUM DIA EU TE DIREI. 424 02/04/2018
0 À PROCURA DA POESIA 379 02/04/2018