Total Visualizações: 9345
Texto mais lido:
BRINCANDO COM PALAVRAS INVERTIDAS - Total: 644

Amigos Recentes

324 PAULO FONTENELLE DE ARAUJO1121 THALYA SANTOS622 SANTO VANDINHO620 EDIMARCIO MUNIZ PEREIRA613 SEDNAN MOURA567 ACIR CAIANA587 RODRIGO GIOVANI BORCHARDT393 EMANUELA RUFINO
Meus amigos...
Efuturo: Banner inicial para personalizar. 492 Todos os textos de: MARIA HILDA DE J. ALÃO
Busca Geral:
     
DICA: Utilize o botão COMPARTILHAR (do facebook em azul) ou o LINK CURTO que disponibilizamos logo abaixo desse botão para compartilhar seu TALENTO nas Redes Sociais, compartilhando com mais fãs e leitores de toda parte do Mundo Virtual. Esse recurso foi desenvolvido para ajudar na divulgação de seus textos. USE SEMPRE QUE DESEJAR!

 
Imprimir Texto
Total Votos: 0

O MENINO E A FLOR


*** Faça o seu Login e envie esse texto por email ***

O menino viu no mato
Uma flor carmesim
Se fechando no momento
Do espetáculo do arrebol.

Tinha tanto mistério e por isso
Pensou o menino ter visto
A face de Jesus Cristo,
Terminando um largo sorriso,

Naquela rubra florzinha
Nascida no meio do mato.
Curioso, à flor ele perguntou:
- Quero saber de ti ó bela flor

Se estou certo ou errado:
Tu és, de Jesus, o santo rosto
Deixado neste verde mato
Para sorrir e muitas vezes chorar

Conforme as muitas ações
Dos ingratos filhos de Deus?
A brisa balançou a flor,
E rubra pétala se elevou.

Era a resposta esperada
Vinda da boca do Cristo
Confirmando a sábia leitura
Feita pela alma pura

Do menino que observava
O abrir e fechar das flores
Nascidas no meio do mato.
E seus ouvidos ouviram

Todas as harpas do mundo
Sinfonizando todos os cantos
Dos alegres pássaros do mato,
Enquanto subiam as pétalas

Da misteriosa flor carmesim,
Em hipnotizante balé
Que só a natureza compõe
Para encher os olhos de beleza,

E Ligar a alma ao divino,
Pululando todos os dias
Diante dos olhos de quem
Ainda não aprendeu

A observar como o menino
Aquelas pequeninas flores
Vestidas de muitas cores
Nascidas no meio do mato.

Maria Hilda de J. Alão

 
   
Comente o texto do autor. Para isso, faça seu login.
Total de visualização: 433
[ 21 ] Texto
Votos Poesia Leitura Publicação
0 BRINCANDO COM PALAVRAS INVERTIDAS 644 19/09/2018
0 BRINCANDO COM O NÚMERO TRÊS 365 19/09/2018
0 BRINCANDO COM O NÚMERO CINCO 367 19/09/2018
0 BRIGA DE GATO GRANDE (cordel infantil) 392 19/09/2018
0 O MOÇO ESTRANHO 400 19/09/2018
0 DOM RATÃO NA MANSÃO 523 11/05/2018
0 DOM RATÃO NÃO GOSTA DE PÃO 425 11/05/2018
0 O TESOURO ENTERRADO 484 05/04/2018
0 O TESOURO DA VILA 511 05/04/2018
0 O MENINO E A FLOR 433 05/04/2018
0 O BAILE DO JACARÉ 452 05/04/2018
0 INVASÃO DA FORTALEZA 563 05/04/2018
0 MARIA DA GRAÇA 439 05/04/2018
1 O PRESÉPIO DE NATAL (Cordel Infantil) 527 03/04/2018
1 DONA CORUJA SABICHONA (cordel infantil) 423 03/04/2018
1 A CARTA SOBRE A CAMA 410 03/04/2018
1 A GIRAFA LINGUARUDA 420 03/04/2018
1 CRIANÇA POETA 398 03/04/2018
1 DEIXA-ME FICAR MAIS UM POUCO 367 02/04/2018
0 ALGUM DIA EU TE DIREI. 423 02/04/2018
0 À PROCURA DA POESIA 379 02/04/2018