Total Visualizações: 9378
Texto mais lido:
BRINCANDO COM PALAVRAS INVERTIDAS - Total: 647

Amigos Recentes

324 PAULO FONTENELLE DE ARAUJO1121 THALYA SANTOS622 SANTO VANDINHO620 EDIMARCIO MUNIZ PEREIRA613 SEDNAN MOURA567 ACIR CAIANA587 RODRIGO GIOVANI BORCHARDT393 EMANUELA RUFINO
Meus amigos...
Efuturo: Banner inicial para personalizar. 492 Todos os textos de: MARIA HILDA DE J. ALÃO
Busca Geral:
     
DICA: Utilize o botão COMPARTILHAR (do facebook em azul) ou o LINK CURTO que disponibilizamos logo abaixo desse botão para compartilhar seu TALENTO nas Redes Sociais, compartilhando com mais fãs e leitores de toda parte do Mundo Virtual. Esse recurso foi desenvolvido para ajudar na divulgação de seus textos. USE SEMPRE QUE DESEJAR!

 
Imprimir Texto
Total Votos: 1

O PRESÉPIO DE NATAL (Cordel Infantil)


*** Faça o seu Login e envie esse texto por email ***

Um dia, lá no meio da floresta,
Juntaram-se alguns bichos
Para o Santo Natal comemorar.
Queriam eles um presépio armar

Com o pai, a mãe e o menino,
Na manjedoura tão pequenino.
Como fazer ninguém sabia.
Será que entre eles esperto havia

Com uma ideia mirabolante,
E que não fosse comediante,
Para tal trabalho realizar?
Foi então que surgiu a gritar

Do galho de grande seringueira,
Todos pensaram ser brincadeira,
Um macaco bugio engraçado
Pedindo a palavra alvoroçado.

- Façamos nosso presépio vivo
Com bichos não agressivos!
- Será preciso escolher, votar.
Disse um pássaro a chilrear.

Primeiro pensaram no leão.
- Ah! Esse não serve, não!
- Que tal um tigre da Sibéria?
Disse uma anta muito séria.

- Não se lembra a dona anta
Que para ser a família santa
O bicho não pode ser agressivo?
- Puxa! Ninguém dá um indicativo!

Exclamou uma velha coruja,
Limpando as penas sujas,
Pousada num velho carvalho.
Foi saindo de um atalho

Que o lobo a ideia apresentou:
- Que tal o senhor Grou?
- Ave não pode! Por isso eu aconselho
Que seja a família do coelho

A vencedora dessa disputa
E que ninguém mais discuta,
Senão passará o dia de Natal
E nós aqui no reino animal

Ficaremos sem o nosso presépio,
E se tudo por aqui é só tédio
Imagine um Natal sem a santa
Família que a nossa fé levanta.

Sugeriu a onça pintada,
E a bicharada comportada
Acatou a felina sugestão
Evitando longa discussão.

E todos os bichos em procissão
Foram comunicar ao coelho a decisão
De que neste Natal ele seria
São José da carpintaria.

Fizeram um majestoso cenário
Com a manjedoura e um campanário
Onde estava deitado o coelhinho,
De vermelhos olhinhos,

Representando com sua pureza
O nascimento e a grandeza
Do menino Jesus de Belém.
E a bicharada disse amém

Ao ver no céu a estrela guia
Indicando que nova era surgia
Com o nascimento do Salvador
Significando amor, muito amor.

Após a oração cada bicho
Agradeceu um ao outro o capricho,
E pediram para toda a coletividade,
Paz aos bichos de boa vontade.

FELIZ NATAL!
Maria Hilda de J. Alão

 
   
Comente o texto do autor. Para isso, faça seu login.
Total de visualização: 530
[ 21 ] Texto
Votos Poesia Leitura Publicação
0 BRINCANDO COM PALAVRAS INVERTIDAS 647 19/09/2018
0 BRINCANDO COM O NÚMERO TRÊS 367 19/09/2018
0 BRINCANDO COM O NÚMERO CINCO 369 19/09/2018
0 BRIGA DE GATO GRANDE (cordel infantil) 395 19/09/2018
0 O MOÇO ESTRANHO 403 19/09/2018
0 DOM RATÃO NA MANSÃO 523 11/05/2018
0 DOM RATÃO NÃO GOSTA DE PÃO 426 11/05/2018
0 O TESOURO ENTERRADO 485 05/04/2018
0 O TESOURO DA VILA 516 05/04/2018
0 O MENINO E A FLOR 433 05/04/2018
0 O BAILE DO JACARÉ 454 05/04/2018
0 INVASÃO DA FORTALEZA 564 05/04/2018
0 MARIA DA GRAÇA 440 05/04/2018
1 O PRESÉPIO DE NATAL (Cordel Infantil) 530 03/04/2018
1 DONA CORUJA SABICHONA (cordel infantil) 424 03/04/2018
1 A CARTA SOBRE A CAMA 411 03/04/2018
1 A GIRAFA LINGUARUDA 420 03/04/2018
1 CRIANÇA POETA 399 03/04/2018
1 DEIXA-ME FICAR MAIS UM POUCO 369 02/04/2018
0 ALGUM DIA EU TE DIREI. 424 02/04/2018
0 À PROCURA DA POESIA 379 02/04/2018