Total Visualizações: 3286
Texto mais lido:
INVASÃO DA FORTALEZA - Total: 281

Amigos Recentes

324 PAULO FONTENELLE DE ARAUJO1121 THALYA SANTOS622 EVANDRO JORGE DO ESPIRITO SANTO620 EDIMARCIO MUNIZ PEREIRA613 SEDNAN MOURA567 ACIR CAIANA587 RODRIGO GIOVANI BORCHARDT393 EMANUELA RUFINO
Meus amigos...
Efuturo: Banner inicial para personalizar. 492 Todos os textos de: MARIA HILDA DE J. ALÃO
Busca Geral:
     
DICA: Utilize o botão COMPARTILHAR (do facebook em azul) ou o LINK CURTO que disponibilizamos logo abaixo desse botão para compartilhar seu TALENTO nas Redes Sociais, compartilhando com mais fãs e leitores de toda parte do Mundo Virtual. Esse recurso foi desenvolvido para ajudar na divulgação de seus textos. USE SEMPRE QUE DESEJAR!

 
Imprimir Texto
Total Votos: 1
Anote esse link curto de seu texto e divulgue nas redes sociais.

DONA CORUJA SABICHONA (cordel infantil)


*** Faça o seu Login e envie esse texto por email ***

Numa noite quente enluarada
Reunida estava a bicharada
E como pra fazer não tinha nada
Iniciou-se uma acirrada discussão
Com gritos e firmeza na afirmação
Que era o nobre parente do leão
O morador da grande lua do céu.

A girafa esticando o seu pescoção
Disse não ser a sombra de um leão
Aquela que se via daqui do chão,
Parecia mais com a assombração
Do seu nobre antepassado Girafão.
Ora, não seja metida sua convencida,
Com sua ideia este rato não compactua

E veja se esta discussão não tumultua
Pois o bicho que vive lá na bela lua
Que tem a forma de um queijo de cuia
É o meu tataravô e toda sua família.
Grande coisa! Disse um chimpanzé
Se for por causa de forma eu garanto
E não será pra vocês grande espanto

Se a lua tem forma de grande banana
Quem é que nela mora? Quem? Quem?
É o macaco que o rabo sempre abana.
E a discussão prosseguiu acelerada
Até que uma turma de bichos enfezada
Antes de dar a querela por encerrada
Resolveu consultar a ave mais esclarecida,

A mais inteligente: a Coruja Sabichona.
E foi uma raposa vermelha espertalhona
Junto com uma arara azul falastrona,
Que se dirigiram para a grande árvore
Onde tudo vigiava placidamente
A mais sábia ave da floresta existente.
Senhora dona da sabedoria e da verdade,

Viemos consultá-la com toda seriedade
Sobre um assunto que gera contrariedade:
Quem é o ser que da lua é habitante?
Leão, rato, macaco ou uma girafa gigante?
Rindo respondeu a dona do conhecimento:
Raposa, espanta-me o seu desconhecimento
Na lua não mora bicho e muito menos gente

A condição de vida lá é inexistente:
Não há água nem ar, fique você ciente.
A sombra que daqui se vê é de montanhas
Não de bichos contadores de façanhas,
E se fosse permitido na lua vivermos
Não seria o rato nem a raposa charlatona,
Seria dona Coruja Sabichona. Ah, ah, ah.

Maria Hilda de J. Alão

 
   
Comente o texto do autor. Para isso, faça seu login.
Total de visualização: 176
[ 21 ] Texto
Votos Poesia Leitura Publicação
0 BRINCANDO COM PALAVRAS INVERTIDAS 145 19/09/2018
0 BRINCANDO COM O NÚMERO TRÊS 67 19/09/2018
0 BRINCANDO COM O NÚMERO CINCO 77 19/09/2018
0 BRIGA DE GATO GRANDE (cordel infantil) 96 19/09/2018
0 O MOÇO ESTRANHO 92 19/09/2018
0 DOM RATÃO NA MANSÃO 188 11/05/2018
0 DOM RATÃO NÃO GOSTA DE PÃO 135 11/05/2018
0 O TESOURO ENTERRADO 190 05/04/2018
0 O TESOURO DA VILA 197 05/04/2018
0 O MENINO E A FLOR 155 05/04/2018
0 O BAILE DO JACARÉ 186 05/04/2018
0 INVASÃO DA FORTALEZA 281 05/04/2018
0 MARIA DA GRAÇA 192 05/04/2018
1 O PRESÉPIO DE NATAL (Cordel Infantil) 180 03/04/2018
1 DONA CORUJA SABICHONA (cordel infantil) 176 03/04/2018
1 A CARTA SOBRE A CAMA 171 03/04/2018
1 A GIRAFA LINGUARUDA 161 03/04/2018
1 CRIANÇA POETA 123 03/04/2018
1 DEIXA-ME FICAR MAIS UM POUCO 142 02/04/2018
0 ALGUM DIA EU TE DIREI. 180 02/04/2018
0 À PROCURA DA POESIA 152 02/04/2018