Total Visualizações: 122593
Texto mais lido:
BAILARINA - Total: 521

Amigos Recentes

1121 THALYA SANTOS622 EVANDRO JORGE DO ESPIRITO SANTO385 ANDRADE JORGE477 ADEMYR BORTOT587 RODRIGO GIOVANI BORCHARDT284 MARLI  FIORENTIN3 JÚLIO CÉSAR DE ALMEIDA VIDAL444 DRILLY MANFRE
Meus amigos...
Efuturo: Banner inicial para personalizar. 190 Todos os textos de: DIRCEU DETROZ
Busca Geral:
     
DICA: Utilize o botão COMPARTILHAR (do facebook em azul) ou o LINK CURTO que disponibilizamos logo abaixo desse botão para compartilhar seu TALENTO nas Redes Sociais, compartilhando com mais fãs e leitores de toda parte do Mundo Virtual. Esse recurso foi desenvolvido para ajudar na divulgação de seus textos. USE SEMPRE QUE DESEJAR!

 
Imprimir Texto
Total Votos: 0
Anote esse link curto de seu texto e divulgue nas redes sociais.

NO UNIVERSO TUDO É ONTEM


*** Faça o seu Login e envie esse texto por email ***

Quando o objeto em forma de charuto batizado de “Oumuamua” (na língua havaiana significa o “mensageiro que vem de longe”) atravessou o Sistema Solar intrigou os astrônomos. No fim e sem consenso, ganhou a teoria de ser um cometa. Apesar da sua forma ser totalmente diferente de tudo já observado.

Outra teoria não só de leigos, mas também de astrônomos sugere tratar-se de uma nave espacial alienígena. Essa teoria nada tem a ver com seu formato. Sua trajetória e velocidade contradizem as leis da física conhecidas. O “Oumuamua” poderia ser uma espécie das nossas naves Voyager de outra civilização.

Tudo no Universo é ontem. O amanhã não existe. O que vemos brilhar numa noite estrelada é o passado. Para ficar mais claro podemos citar o nosso Sol como exemplo. Se ele se apagasse neste exato momento, só ficaríamos na escuridão total daqui oito minutos. É o tempo que sua luz demora para chegar à Terra.

Falei do “Oumuamua” porque vou usá-lo na minha ficção sobre o ontem. Além disso, a nave pertence a civilização mais avançada que a nossa. Apontando seus instrumentos para cá conseguem ver os acontecimentos da Humanidade. Se isto realmente fosse possível, tenho dúvidas de que perderiam algum tempo com nós. Com exceção, talvez, de dois momentos.

Se a nave fosse de uma civilização de um planeta orbitando uma estrela a 8 anos-luz de nós, logo eles assistiriam um tsunami destruindo cidades no Japão. De uma estrela distante 19 anos luz, a civilização viu aviões pilotados por terroristas destruindo as Torres Gêmeas.

Podemos aumentar as distâncias e olhar mais ainda para o passado. Se a civilização estivesse a 50 anos-luz de nós, estaria perto de presenciar a Humanidade acompanhando a viagem da Apollo 11, e o homem pisando pela primeira vez na Lua. Um daqueles dois momentos.

Nossa regressão continua. Com o Sol desta civilização distante 80 anos-luz, pelos próximos seis anos assistiriam a carnificina da nossa 2º Guerra Mundial. Com o Sol desta civilização distante 520 anos-luz, tinham acabado de assistir Pedro Álvares Cabral chegar ao Brasil. A queda do Império Romano, se a estrela estivesse distante 1540 anos-luz.

Temos apenas teorias para explicar de que forma as pirâmides do Egito foram construídas. Uma civilização orbitando um Sol distante 5 mil anos-luz, estaria vendo como as enormes pedras foram erguidas. E se eles enviassem uma nave na época viajando na velocidade da luz, chegaria aqui só quando a lama engoliu Brumadinho.

 
   
Comente o texto do autor. Para isso, faça seu login.
Total de visualização: 198
[ 30 ] Texto
Votos Poesia Leitura Publicação
0 UM 2050 PARADOXAL 49 13/05/2019
0 EN PASSANT 21 11/05/2019
0 SOMOS MAIS INSTINTO DO QUE RAZÃO - Crônica escrita em 2012 12 10/05/2019
0 DANÇA DE CIOS 51 06/05/2019
0 O CONHECIMENTO VENCERÁ 27 06/05/2019
0 ESTE NOSSO OUTRO MUNDO - Crônica escrita em 2017 48 03/05/2019
0 O DIA DEPOIS DE ONTEM - Crônica escrita em 2016 38 01/05/2019
0 CÁRCERES MENTAIS 41 29/04/2019
0 MATA-BORRÃO 46 27/04/2019
0 UMA SOCIEDADE CONTAMINADA - Crônica escrita em 2016 47 26/04/2019
0 OS SUBPRODUTOS DA INTELIGÊNCIA - Crônica escrita em 2017 54 24/04/2019
0 A SAGA DO SOM ESTÉREO 86 22/04/2019
0 CIRCUNSTÂNCIAS 70 19/04/2019
0 O APOCALIPSE DOS OBSOLETOS - Crônica escrita em 2017 61 18/04/2019
0 VIRO A PÁGINA 66 16/04/2019
0 PROCURANDO CULPADOS 69 15/04/2019
0 NOSSA ESSÊNCIA DOUTRINADA - Crônica escrita em 2014 96 13/04/2019
0 ENXURRADAS 78 12/04/2019
0 TERRA, UM LUGAR PERIGOSO - Crônica escrita em 2018 112 11/04/2019
1 O CÉU DAS ESTAÇÕES - Crônica escrita em 2017 93 10/04/2019
0 TATUADO 90 09/04/2019
0 A GENÉTICA DIVINA 100 08/04/2019
0 SONHANDO COM AS ESTRELAS - Crônica escrita em 2016 97 07/04/2019
0 QUEM ACREDITA NO DESTINO? Crônica escrita em 2016 94 06/04/2019
0 TRAVESSIA 102 05/04/2019
0 A CULPA NÃO É DOS OSSOS - Crônica escrita em 2014 108 04/04/2019
0 BATATAS EM MARTE - Crônica escrita em 2015 102 03/04/2019
0 POUSO SURREAL 101 02/04/2019
0 UMA RAÇA DE FRUSTRADOS 103 01/04/2019
0 VERDE QUE TE QUERO VERDE - Crônica escrita em 2014 117 30/03/2019