Total Visualizações: 2807
Texto mais lido:
RELEVÂNCIA HISTÓRICA DA GESTALTPEDAGOGIA . Estudo qualitativo das influências teóricas da Gestaltpedagogia em aprendizagem no ensino superior brasileiro - Total: 186

Amigos Recentes

2429 MARCOS NATAL GONÇALVES1912 JULIANA SELLE VINSKOSKI1995 DANILO FERREIRA1121 THALYA SANTOS494 LAZARO NASCIMENTO647 MARCONI FERREIRA DOS SANTOS630 PEDRO PAULO DA SILVA MEDEIROS613 SEDNAN MOURA
Meus amigos...
Foto de Capa Efuturo MAURICIO ANTONIO 652
Todos os textos de: MAURICIO ANTONIO VELOSO DUARTE
Busca Geral:
     
DICA: Utilize o botão COMPARTILHAR (do facebook em azul) ou o LINK CURTO que disponibilizamos logo abaixo desse botão para compartilhar seu TALENTO nas Redes Sociais, compartilhando com mais fãs e leitores de toda parte do Mundo Virtual. Esse recurso foi desenvolvido para ajudar na divulgação de seus textos. USE SEMPRE QUE DESEJAR!

 
Imprimir Texto
Total Votos: 0
Anote esse link curto de seu texto e divulgue nas redes sociais.

José A. Kuesta


*** Faça o seu Login e envie esse texto por email ***

Leia o texto da minha Coluna no Divulga Escritor sobre o artista plástico
José A. Kuesta.

José A. Kuesta

Toda a herança mágica, mística, mitológica e histórica do Egito Antigo fascinam nosso artista mestre José A. Kuesta. Mais do que isto, todo esse legado egípcio antigo é representado, transformado e reconfigurado. Numa releitura de seus símbolos em criação totalmente original e afinada com o zeitgeist, esse nosso caldo cultural diversificado e abrangente contemporâneo, José A. Kuesta nos mostra o que de mistério, expressividade e criatividade pode advir desta abordagem.
O abstracionismo do artista é de uma singularidade sem igual e é realizado de forma completamente atual, como já disse. Isto se dá, a partir de cores e manchas, colagens, grafismos, traços, carimbos, num amálgama de elementos gráfico-visuais e pictóricos, cuja influência pode ser encontrada em vários lugares. Paul Klee, o expressionismo abstrato e a própria história do Egito Antigo são algumas destas influências que também ganham maior corpo quando da sua aproximação com a tendência da arte abstrata dentro da arte informal, chamada pintura matérica. A pintura matérica é uma vertente pictórica que surgiu após a Segunda Guerra Mundial, desenvolvida primeiramente na França, com os trabalhos dos artistas Fautrier e Dubuffet. Suas composições utilizam, na pintura, conjuntos de cortes, furos ou rasgos. Também são utilizados nesse tipo de arte, materiais diferentes tradicionais, incluindo: quadro, areia, sucata, trapos, madeira, serragem, vidro ou gesso. A arte de Dubuffet, por exemplo, ficou conhecida como Arte Brut.
José A. Kuesta demonstra total maestria nessas composições, de um estilo inconfundível, que se assemelham a documentos antigos, sendo repaginados e reformulados para o nosso tempo. De um modo inteiramente novo e sem falsas concessões a um ou outro determinado conceito estético da moda, o artista faz com que nos deparemos com o inevitável do abstracionismo: a pintura é tinta e papel, bem como outros materiais. Mas além, disto, a pintura é sonho, é divagação, é força e é infinidade de muitos modos diferentes. Aliás, a própria escolha do Egito Antigo como base inspiradora, é, a um só tempo, reveladora de seu conhecimento das chaves esotéricas, únicas em todo o planeta Terra – só comparáveis às chaves esotéricas da Índia e da antiga Pérsia, atual Irã, porque efetivamente nenhuma outra tradição, além destas três, as possui – e de suas consequências, principalmente estéticas. Não é à toa que quando perguntado sobre que frase poderia representar sua visão artística, José A. Kuesta respondera: “A arte é uma forma de religião”.

Mauricio Duarte

Contatos com o artista:
Facebook: www.facebook.com/jakuesta
Galeria de Arte Saatchi: www.saatchiart.com/joanku
E-mail: jackuesta@gmail.com

Leia mais: https://www.divulgaescritor.com/products/jose-a-kuesta-por-mauricio-duarte/

 
   
Comente o texto do autor. Para isso, faça seu login.
Total de visualização: 56
[ 30 ] Texto
Votos Poesia Leitura Publicação
0 Notre Dame queimou 35 20/04/2019
0 Paixão 17 20/04/2019
0 A elite quer 29 06/04/2019
0 EIXO 2019 24 31/03/2019
0 Confiança 29 22/03/2019
0 NOVA SEÇÃO NO BLOG ARTE-ENLEVO - Seção Artista Arte-enlevo . Marcos A. Cavalcante 23 21/03/2019
0 NOVA SEÇÃO NO BLOG ARTE-ENLEVO - Seção Artista Arte-enlevo . Marcos A. Cavalcante 21 21/03/2019
0 DOIS FATORES 25 21/03/2019
0 Inaugurada a SEÇÃO ARTISTA ARTE-ENLEVO no meu blog Arte-enlevo 27 18/03/2019
0 Inaugurada a SEÇÃO ARTISTA ARTE-ENLEVO no meu blog Arte-enlevo 27 18/03/2019
0 Você - Homenagem ao Dia da Poesia - 14 de março 20 15/03/2019
0 Um assassino nunca viveu 27 15/03/2019
0 Esses filhos da cidade 29 08/03/2019
0 Mulher da minha vida 31 08/03/2019
0 Singularidades 58 31/01/2019
0 Minha participação na Coletânea Contos e Poemas - Textos Anônimos da 5a. FLAL da Leia Livros 53 23/01/2019
0 Respirando Poesia - 3o. Vídeo - Entrevista: Mauricio Duarte 60 12/01/2019
0 Exortação ao ano que inicia 62 01/01/2019
0 Ano Novo 54 01/01/2019
0 Fotos da Celebração de Fim de Ano da AGLAC — em Café Cultural Seu Machado 69 26/12/2018
0 Posse do Acadêmico Mauricio Antonio Veloso Duarte na Academia de Letras, Artes e Ciências do Brasil 64 09/12/2018
0 O herói de consciência pode conhecer 60 09/12/2018
0 José A. Kuesta 56 06/12/2018
0 Marcos Paulo Alfa 55 03/12/2018
0 Publicado o artigo científico de minha autoria, Mauricio Duarte: Relevância Histórica da Gestalpedagogia 58 29/11/2018
0 Panteísmo e Cristandade 1884 John Hunt - Livre Tradução 81 18/11/2018
0 A conspiração da consciência e a Arte-enlevo - novo site de Mauricio Duarte 67 18/11/2018
0 Leibnitz - Tradução Livre do livro Pantheism and Christianity de John Hunt . 1884 . Capítulo XII . Moderno Idealismo . Leibnitz 75 15/11/2018
0 JOGO - Forca - O universo das histórias em quadrinhos . Para que servem os elementos de uma HQ? 98 26/10/2018
0 Poema de minha autoria Destaque do 29o. Concurso Internacional Literário ALPAS 21 89 23/10/2018