Total Visualizações: 8033
Texto mais lido:
Homenagem à carência... - Total: 374

Amigos Recentes

571 ALEXANDRE D597 ADEMYR OLÍVIO BORTOT74 ANA CLAUDIA SANTOS DE LIMA BRAGA504 JOÃO JOSÉ SANTAROZA1121 THALYA SANTOS133 MAURINY BATISTA530 EUDIRÊ DE SANTANA SANTOS508 ANTÔNIO MURILO COSTA
Meus amigos...
Foto de Capa Efuturo ACIR CAIANA 567
Todos os textos de: ACIR CAIANA
Busca Geral:
     
DICA: Utilize o botão COMPARTILHAR (do facebook em azul) ou o LINK CURTO que disponibilizamos logo abaixo desse botão para compartilhar seu TALENTO nas Redes Sociais, compartilhando com mais fãs e leitores de toda parte do Mundo Virtual. Esse recurso foi desenvolvido para ajudar na divulgação de seus textos. USE SEMPRE QUE DESEJAR!

 
Imprimir Texto
Total Votos: 0
Anote esse link curto de seu texto e divulgue nas redes sociais.

FARDO


*** Faça o seu Login e envie esse texto por email ***

Peço desculpas por existir, antes mesmo de apresentar-me.
É que ando meio tonto, embebedado pela realidade.
Vim para o mundo errado, disso tenho certeza.
Passei dormindo pelo ponto e acordei envolto em tristeza.

Notei ser um mundo torto, cria de engodos milenares.
Vi senhores em tronos, adornados de ouro e cocares.
Pedi licença aos mendigos, com vergonha do que pensariam.
Fiz promessa pros santos sem sequer saber se existiam.

Sinto muito, novamente, mas reforço o que disse a contento.
Sei que existo como gente, mas deixei de explicar meu intento.
Acrescento ser do norte, ser do sul, do leste e do oeste.
Falarei enquanto posso, pois a vida que tenho é doente.

Não verá minhas palavras maldizendo a vida alheia.
Não serei de qualquer grupo, mais fino que um grão de areia.
Sorrirei só em meu canto, ouvindo os hinos cantados.
Darão glória aos seus santos, fingindo o perdão dos pecados.

Seguirei observando se os rastros tomarão outro rumo.
Tomarei como verdade o que sinto ao morrer nesse mundo.
Peço apenas lembranças quanto ao que é certeza de fato.
Pois que minta em resposta, sem a máscara e todo o seu fardo.

 
   
Comente o texto do autor. Para isso, faça seu login.
Total de visualização: 259
[ 30 ] Texto
Votos Poesia Leitura Publicação
0 Homenagem à carência... 374 29/10/2018
0 NOVA VIAGEM 257 09/08/2018
0 FARDO 259 02/08/2018
0 MARGINAL 338 20/05/2018
0 DESABAFO 265 20/05/2018
0 SUPERFÍCIE 278 30/04/2018
0 BOA NOITE 282 21/04/2018
0 O COMPLEXO DE DEUS 311 18/04/2018
0 O IDIOTA 303 15/04/2018
0 VIDA 291 13/04/2018
0 ASNO 260 13/04/2018
0 MULA 257 13/04/2018
0 NEW SONG 245 12/04/2018
0 ROTINA 242 11/04/2018
0 TÉDIO 228 10/04/2018
0 SEGURANÇA 217 10/04/2018
0 RÊS 337 10/04/2018
0 EXCENTRICIDADE 256 09/04/2018
2 LEITURA OCULTA 220 09/04/2018
0 EMBATE 228 08/04/2018
0 LIBERDADE 262 08/04/2018
0 COMO SERIA? 252 08/04/2018
0 DESLIZES 236 07/04/2018
0 DEZOITO HORAS 236 06/04/2018
0 HELLO 230 06/04/2018
1 RÁPIDO 251 06/04/2018
0 NO MEIO 272 06/04/2018
1 MITO 285 05/04/2018
0 À VISTA 296 05/04/2018
1 RETORNO 265 05/04/2018