Total Visualizações: 4485
Texto mais lido:
O Cavaleiro da Floresta de Prata/ [Coleção Contos Livro II] - Total: 358

Amigos Recentes

1776 THALLES CAKAN571 ALEXANDRE D1779 ONIVAN BARBOSA PANTOJA688 IEDA MARCONDES614 PABLO BRUNO DE PAULA DOS SANTOS618 REINALDO DE JESUS ROSA SOARES1121 THALYA SANTOS586 ROGERIO MAGNO DE OLIVEIRA
Meus amigos...
Foto de Capa Efuturo CLAUDIANNE DIAZ 548
Todos os textos de: CLAUDIANNE DIAZ
Busca Geral:
     
DICA: Utilize o botão COMPARTILHAR (do facebook em azul) ou o LINK CURTO que disponibilizamos logo abaixo desse botão para compartilhar seu TALENTO nas Redes Sociais, compartilhando com mais fãs e leitores de toda parte do Mundo Virtual. Esse recurso foi desenvolvido para ajudar na divulgação de seus textos. USE SEMPRE QUE DESEJAR!

 
Imprimir Texto
Total Votos: 0
Anote esse link curto de seu texto e divulgue nas redes sociais.

O Outro Lado do Espelho/ Coleção Contos


*** Faça o seu Login e envie esse texto por email ***

A noite estava escura, como sempre ela dormia com uma pequena luz azul no corredor da casa. Para clarear parte do quarto. Seus livros de magia ficavam à frente numa escrivaninha de madeira, junto com seu diário mágico. Uma lição de seu mestre deixava-a preocupada. Queria estar pronta e determinar quando seria seu ponto de partida. Entre um lado e outro.
Dias atrás teve um sonho estranho sobre aquele espelho e resolveu que ia investigar. Olhando de frente nada compreendia, porque na verdade Jasmine não estava pronta. Pelo menos foi o que seu mestre tinha lhe falado alguns dias.
Aquele dia lera bastante e já não aguentava mais. O cansaço físico e mental pusera num sono terrível e seu corpo parecia que pesava mais que o normal. Dormiu entre os livros. Exausta.
Nem viu exatamente que horas permanecia lendo e que tinha adormecido.
Ela estava de frente para o espelho do corredor e via sua imagem entre a luz azul. A imagem mostrava apenas seu rosto. Mas, aproximou e viu que nos seus olhos não havia nada, a não serem dois espaços vazios. A imagem se movia sem que ela se mexesse.
Um som abafado de seus lábios disse alguma coisa, mas foi impossível compreender. A imagem do outro lado passou a mão direita com o indicador sobre os olhos e terminando pela boca. Desenhando um triangulo invertido.
Algo se movia atrás dela. E era à sombra de uma criança. Jasmine se virou e viu que estava dentro do espelho olhando o corredor da casa de frente.
O espelho se movia e ela também queria se mover.
Ela olhou para todas as direções e via uma noite escura. Nada permanecia naquele mundo, somente ela.
Jasmine começou temer e gritar, mas o som de sua voz não saía. Tudo que ela tinha que fazer era respirar fundo e se controlar.
Mais calma depois de alguns segundos via alguma coisa se mover lentamente, se arrastando ao seu encontro. Conforme a sombra aproximava, ela se recuava. Se afastando da moldura do espelho.
E sentiu uma forte queda. Caía sem parar num abismo que parecia não ter fim.
Quando sentiu suas costas bater no chão tinha chegado onde seu mestre queria que ela estivesse.
— Demorou.
— Como?
Olhando confusa pra trás viu um homem gordo e barbudo, alto e olhava-a fixo. E ela devolvia aquele olhar porque estava muito mais confusa.
— Como eu vim parar aqui? – E você é o mestre do livro de magia?
— Sim. Eu sou o mestre e você veio aqui porque eu chamei.
— Como?
— Trabalho por meio de sonhos quando sei que um discípulo não está pronto devidamente.
— Como assim devidamente?
— A observar outro mundo na qual envolve coisas que a mente humana não compreenderia. Nos sonhos seria mais fácil de demonstrar uma pequena parte do que esse universo é capaz.
— E o que é esse lugar? – O que faz aqui?
— Muitas perguntas. Primeiro esse lugar seria o mesmo que o mundo das sombras, o seu eu lutando contra alguma coisa em seu mundo exterior. Segundo, eu só estou aqui em seu sonho. Não estou aqui de verdade. Se é que me entende.
— O senhor me diz que está aqui porque eu quero?
— Sim. A nossa mente é uma passagem direta com os seres que já se foram.
— Pode explicar melhor?
— Sim. A mente humana cria coisas. Quando se deseja você visualiza e consequentemente cria. Por meios de realizar o que se imaginou. A imaginação nada mais é que um pensamento vivo com imagens. Todos têm poder, mas não a usa. Talvez, por medo ou falta mesmo de conhecimento. Em sua mente você sondava o espelho e fixou aquilo em sua subconsciência como se ele fosse um portal. Realmente, os espelhos são portais, mas moderadamente em seu mundo físico, como o andar de cima. O que transmite a beleza e a vaidade. O que quer que veja é a forma como o mundo a vê. E nada muda.
— Então isto na verdade é só um sonho?
— Exato. Mas, você conseguiu desvendar o que há por trás dele. O portal ou o espelho carrega lendas de que os segredos se escondem neles. E que você pode voltar no tempo, como pode avançar. Eu não recomendo isso.
— Por que não?
— Porque é muito perigoso, ainda mais se não estiver pronta. Atravessar um portal é se expor a ele. Não é como uma adivinhação como os chás ou o café no fundo do copo. É sentir o fundamento de uma época, sentir a temperatura dos climas, ser visto por alguém como eu a vejo.
— Então o dogma desta verdade é uma mentira?
— Não. Nunca foi uma mentira. Tanto que grandes cientistas e profetas da época foram vítimas de hereges e muitos morreram. Suas vidas foram mais curtas que o parecer dos outros. Um pé nesse mundo é um tempo significativo no seu. E muitas descobertas sobre o passado ou o futuro podem carregar coisas ou leva-las.
— Eu vou me lembrar.
— Isto serviu de lição?
— Sim.
— Então é hora de partir para seu mundo, mas lembre-se que o canal fora aberto e nunca mais poderá fechar. Exceto de uma forma.
— Qual?
— Deixar definitivamente o mundo da magia.
— Isto nunca.
— Então você já é uma discípula. Eu sempre serei seus olhos. Bem vinda ao seu novo mundo.
Jasmine acordou com sua gata brincando e miando. Ela estava de volta.
Dormiu por muitas horas. Realmente se lembrou de cada palavra e percebeu que fora apenas por uns minutos conversando. Seu mundo realmente era outro e passava muito depressa.
A sombra daquele mundo silencioso permaneceu por noites em sua memória. E prometera pra si mesma que um dia ia voltar. Não importaria quanto tempo se passaria em seu mundo físico. Tudo que ela desejava era conseguir ver o rosto dele novamente, e desta vez, poder tocar.
Naquela viagem do outro lado do espelho conseguiu dar um passo adiante no mundo mágico e tinha certeza de que tudo que vira em seu sonho e as conversas com seu mestre não fora em vão.
A vida não é tão abstrata. E não tão sólida. Pelo menos não o mundo de Jasmine que via e compreendia fatos incompreensíveis para o plano físico.
A magia era seu mundo. E tudo podia ser capaz.
O outro lado do espelho tinha uma imagem, mas não era dela.
Era outro universo.
O seu em transformação.

 
   
Comente o texto do autor. Para isso, faça seu login.
Total de visualização: 89
[ 30 ] Texto
Votos Poesia Leitura Publicação
0 O Cavaleiro da Floresta de Prata/ [Coleção Contos Livro II] 358 30/07/2018
0 As Aventuras de Louidi [Em breve Clube de Autores] 97 30/07/2018
0 Primeiro Capítulo [Livro/Romance Policial] Clube de autores 78 30/07/2018
0 Brísia Belmonte [Coleção Contos] [Livro II] 79 30/07/2018
0 Primeiro Capítulo [livro Abadon e as bruxas de ucayali] livraria Ixtlan 122 28/07/2018
0 Primeiro Capítulo [livro A Magia dos Sonhos]Clube de Autores. 90 28/07/2018
0 Prece da Meia-noite 114 28/07/2018
0 Prece do Pôr-do-sol 88 28/07/2018
0 Prece das Três Horas da Tarde! 144 28/07/2018
0 Prece do Amanhecer! 99 28/07/2018
0 As Poeiras do Velho Tempo/ Coleção Contos 72 28/07/2018
0 O Carvalho e o Lobo/ Coleção Contos 103 28/07/2018
0 Ventos do Leste/ Coleção Contos 65 28/07/2018
0 O Outro Lado do Espelho/ Coleção Contos 89 28/07/2018
0 Treze Luas/ Coleção Contos 62 28/07/2018
0 O Feiticeiro - Raiz Mágica/ Coleção Contos 83 28/07/2018
0 A Bruxa de Westwood/ Coleção Contos [Livro] O Vale das Bruxas 81 28/07/2018
0 Querer! 129 24/06/2018
0 A Minha Vida! 114 24/06/2018
0 Lembranças... 131 24/06/2018
0 Para Sempre... 128 24/06/2018
0 Amor! 160 24/06/2018
0 Anjos Petrificados! 136 24/06/2018
0 Antigos Caminhos! 137 24/06/2018
0 Solidão! 107 23/06/2018
0 Desígnios! 110 23/06/2018
0 Enigma! 115 23/06/2018
0 Pérolas da Vida! 104 23/06/2018
0 Perdição! 105 23/06/2018
0 Desejo! 91 23/06/2018