ZILDO GALLO

 -  - ZILDO GALLO
Total Visualizações: 5331
Texto mais lido:
BEIJA-FLOR - Total: 201
Educares são nossos pontos, nossa pontuação! Educares: 438
10 Autores mais recentes...
JUAREZ VELÁSQUEZ DE MELLO CARVALHO
ARIEL ALVES DA SILVA
LUIZ HENRIQUE GOMES PATRIOTA
MARA ROSANI CRIZEL
THAYS GARCIA RODRIGUES
THALYA SANTOS
RENON DA SILVA BRITO
MAROEL DA SILVA BISPO
LUCAS MENEZES
MÁRIO AMÂNCIO AZEVEDO
10 Autores mais lidos...
613 SEDNAN MOURA
SEDNAN MOURA
Total: 534660
272 PEDRO VONO
PEDRO VONO
Total: 103428
285 ALEXANDRE BRUSSOLO
ALEXANDRE BRUSSOLO
Total: 95089
190 DIRCEU DETROZ
DIRCEU DETROZ
Total: 19060
247 VANESSA  SOARES
VANESSA SOARES
Total: 11169
496 ALBERTO DOS ANJOS COSTA
ALBERTO DOS ANJOS COSTA
Total: 10849
189 LADISLAU FLORIANO
LADISLAU FLORIANO
Total: 10741
375 WILLIAM PEREIRA DE MENDONÇA
WILLIAM PEREIRA DE MENDONÇA
Total: 10221
385 ANDRADE JORGE
ANDRADE JORGE
Total: 9731
622 EVANDRO JORGE DO ESPIRITO SANTO
EVANDRO JORGE DO ESPIRITO SANTO
Total: 8927
Sala de Leitura
Busca Geral:
Nome/login (Autor)
Título
Texto TituloTexto



Total de visualização: 37
Textos & Poesias
Imprimir

Total Votos: 0
DICA: Utilize o botão COMPARTILHAR (do facebook em azul) ou o LINK CURTO que disponibilizamos logo abaixo desse botão para compartilhar seu TALENTO nas Redes Sociais, compartilhando com mais fãs e leitores de toda parte do Mundo Virtual. Esse recurso foi desenvolvido para ajudar na divulgação de seus textos. USE SEMPRE QUE DESEJAR!
  Anote esse link curto de seu texto e divulgue nas redes sociais.

O LOUCO E O TARÔ

Na minha cabeça carrego o vento
Na minha trouxa carrego o vazio
Nas minhas pernas carrego caminhos.

Minhas roupas são bem mais velhas
Que minh'alma leve e solta
Alma que vaga para lá e para cá.

Caminho como assombração no mundo
Brincando sem compromissos
Sempre pronto para mudar a rota.

Meu cachorro me segue fiel
Canina fidelidade e puro afeto
Nada lhe peço e tudo ele me dá.

Sigo meus passos como quem vai
Sempiternamente a lugar nenhum
Todos os lugares são lugares meus.

Minha loucura é o ingênuo susto
De quem ainda não se encaixou
No mundo dos quereres e fazeres.

Andarilho, caminho sob a luz do Sol
Mas, lunático que sou, tenho a cabeça
No mundo secreto da Lua noturna.
 
   
Comente o texto do autor. Para isso, faça seu login. Mais textos de ZILDO GALLO:
(RE)(IN)VOLUÇÃO: grandes almas Autor(a):
A conversão de São Francisco: uma loucura divina Autor(a):
A HORA DA AVE MARIA Autor(a):
A MENINA QUE PASSAVA Autor(a):
A OUTRA GUERRA Autor(a):
A POESIA (o poeta e sua sina) Autor(a):
AFIRMAÇÃO (Smithiana mão invisível) Autor(a):
ÁGUA PARA TODOS Autor(a):
ÁGUA: UM POEMA À CONSCIÊNCIA Autor(a):
ÁGUAS DE OUTUBRO (via crucis) Autor(a):
ANÉIS DE SATURNO Autor(a):
ASTRONAUTA (POEMA SIDERAL) Autor(a):
BATIZADO DOS BICHOS Autor(a):
BEIJA-FLOR Autor(a):
BEM-TE-VI Autor(a):
BONECA RUSSA (Matriosca) Autor(a):
BOROCOXÔ MA NON TROPPO Autor(a):
CALCANHAR E MENTE Autor(a):
CANÇÃO DO EXÍLIO RURAL – UM POEMA MUITO CONCRETO Autor(a):
CANÇÃO DO EXÍLIO RURAL – UM POEMA MUITO CONCRETO Autor(a):
CLARA CLAREANDO Autor(a):
CONDIÇÃO HUMANA (existencialismo) Autor(a):
CONTRA O PODER (para Reich) Autor(a):
DA BREVIDADE E DA BELEZA Autor(a):
DESESPERO-ESPERANÇA (O GRITO) Autor(a):
DESTINO ÀS CLARAS Autor(a):
DIA DE PESCARIA Autor(a):
DIREITO DE HABITAR Autor(a):
DOBRAM OS SINOS Autor(a):
DUALIDADE Autor(a):

Parceria:

Academia Gonçalense de Letras, Artes e Ciências.