Total Visualizações: 24876
Texto mais lido:
BAILARINA - Total: 170

Amigos Recentes

1121 THALYA SANTOS622 EVANDRO JORGE DO ESPIRITO SANTO385 ANDRADE JORGE477 ADEMYR BORTOT587 RODRIGO GIOVANI BORCHARDT284 MARLI  FIORENTIN3 JÚLIO CÉSAR DE ALMEIDA VIDAL444 DRILLY MANFRE
Meus amigos...
Efuturo: Banner inicial para personalizar. 190 Todos os textos de: DIRCEU DETROZ
Busca Geral:
     
DICA: Utilize o botão COMPARTILHAR (do facebook em azul) ou o LINK CURTO que disponibilizamos logo abaixo desse botão para compartilhar seu TALENTO nas Redes Sociais, compartilhando com mais fãs e leitores de toda parte do Mundo Virtual. Esse recurso foi desenvolvido para ajudar na divulgação de seus textos. USE SEMPRE QUE DESEJAR!

 
Imprimir Texto
Total Votos: 0
Anote esse link curto de seu texto e divulgue nas redes sociais.

UMA RAÇA CONCORRENTE

Parece ser impossível narrar as epopeias da caminhada que levou nossa espécie dominar o planeta sem que haja o capítulo “cachorros”. Sem eles presentes na nossa evolução, possivelmente as sociedades tais como conhecemos seriam completamente diferentes.

Em “Sapiens – Uma Breve História da Humanidade” Yuval Noah Harari cita as controvérsias, e parece aceitar os indícios de que os cachorros começaram a ser domesticados por volta de 15 mil anos atrás antes da Revolução Agrícola. Eles também podem ter se unidos aos humanos alguns milhares de anos antes disso.

Podemos deduzir que os cachorros foram o primeiro sistema de alarme usado pelos humanos. Eles alertavam a presença de animais selvagens e outros humanos intrusos, além de ajudarem nas caças e guerras. Segundo Harari, uma vez domesticados os cachorros aprenderam a manipular as pessoas para satisfazer suas próprias necessidades.

Na ficção do cinema são centenas os filmes sobre cachorros. Podemos falar do mais recente deles em cartaz atualmente nos cinemas brasileiros e na pirataria da Internet. O filme “Alfa” começa dizendo que estamos na Europa vinte mil anos atrás. Como vemos auroras boreais, sabemos ser um lugar mais próximo do Ártico.

A recompensa do jovem Keda por ter fabricado uma excelente ponta de lança de pedra lascada, é participar de uma caçada com os homens da tribo. Nesta caçada a tragédia acontece. Ferido e fugindo de lobos, Keda fere uma loba. A amizade que nasce entre os dois vai levá-los de volta a tribo.

Não é a cena final, mas podemos dizer que o filme termina com a loba dando à luz, e um lobinho “domesticado” que Keda segura nas mãos lindamente uivando. Talvez, o filme mostre o que Harari conta no seu livro, e um pouco mais. Dá lições de superação, coragem e de recompensas pelo merecimento. Que estão em falta nos dias atuais.

Já o cachorro Buck de “O Apelo da Selva” escrito por Jack London em 1903 faz caminho inverso. Buck é um cachorro domesticado que retorna à vida selvagem. O romance termina com Buck assumindo a posição de alfa numa matilha de lobos. Acho que a história de Buck até Bolsonaro recomendaria para nossas crianças e jovens.

Atualmente cachorros são um negócio lucrativo. Pelos dados de 2013 o Brasil tinha 52,2 milhões de cães. Na população de animais de estimação ocupamos o quarto lugar. Em 2017, o mercado pet nacional faturou R$ 20,3 bilhões, 5,1% do mercado mundial. Mesmo com o país em crise, o crescimento foi de 7,9% entre 2016/2017.

No mesmo período, o mundo gastou com seus pets US$ 119,5 bilhões, crescimento de 13%. Deste valor, 70% foi gasto com alimentação. Cada vez mais manipulados pelos cachorros, não lembramos dos humanos que morrem de fome. Eles não latem!
 
   
Comente o texto do autor. Para isso, faça seu login.
Total de visualização: 36
[ 30 ] Texto
Votos Poesia Leitura Publicação
0 UMA RAÇA CONCORRENTE 36 17/09/2018
0 KRIPTONITAS 17 13/09/2018
0 UMA MARIA MADALENA EMPODERADA 14 10/09/2018
0 MONÓLOGOS 27 08/09/2018
0 EPITÁFIO 16 07/09/2018
0 CAMPO MINADO 19 06/09/2018
0 BRILHANTES 11 06/09/2018
0 VISÕES 12 05/09/2018
0 CINCO ANINHOS DA ANALIZZ 13 04/09/2018
0 O BRASIL DOS CONTOS DE FADAS 14 03/09/2018
0 AFOGAMENTO 20 02/09/2018
0 FLOR SUTIL 13 01/09/2018
0 ODE DOS MEDÍOCRES 16 31/08/2018
0 ATROFIADOS 20 30/08/2018
0 RETROSPECTIVAS 19 30/08/2018
0 METÁFORAS 26 29/08/2018
0 UM SEGUNDO 11 29/08/2018
0 ENTRADA PROIBIDA 30 27/08/2018
0 EVOLUÍMOS PARA NUNCA SAIR DAQUI 18 27/08/2018
1 A VIDA PREGA PEÇAS 37 26/08/2018
0 DESAFIOS 22 25/08/2018
1 HÁBITOS 29 24/08/2018
0 PARAÍSOS 26 23/08/2018
0 ATAÚDE 25 22/08/2018
0 RITOS 31 21/08/2018
0 VISÕES DO FUTURO 30 20/08/2018
0 MENTIRA CÓSMICA 18 19/08/2018
0 GOSTO DE SEDUÇÃO 36 18/08/2018
0 ESSÊNCIA 20 17/08/2018
0 TEIAS 40 16/08/2018

Parceria:

Academia Gonçalense de Letras, Artes e Ciências.